Impactos da Modernização Sobre as Estruturas Sociais: O Exemplo dos Pecuaristas de Poconé-MT

Autores

  • André Luiís Ribeiro Lacerda Departamento de Sociologia e Ciência Política da UFMT, Campus Cuiabá
  • João Vicente R. B. da Costa Lima Professor da UFAL, Campus Maceió http://lattes.cnpq.br/5278455249783896

DOI:

10.19093/res.v17i33.2526

Palavras-chave:

Status sócio ocupacional, Pecuaristas, Modernização

Resumo

Este trabalho parte da constatação de um processo social de transformação, identificado na estrutura do status ocupacional de pecuarista pantaneiro, a partir de entrevistas de surveys realizadas entre 2014 e 2015 com pecuaristas pantaneiros que têm propriedades no município de Poconé-MT. Considerando o status ocupacional como variável dependente, identificamos algumas variáveis familiares ao que a literatura sociológica chama de teoria da modernização e que consideramos potenciais variáveis independentes. A hipótese de que o impacto da modernização nas estruturas sociais parece uma boa explicação para as transformações na estrutura ocupacional de pecuarista pantaneiro é defendida a partir do que os trabalhos empíricos sociológicos chamam de padrões de movimento nas estruturas ocupacionais de maneira geral e da relação entre o background dos fazendeiros e o processo de estratificação social.

Biografia do Autor

André Luiís Ribeiro Lacerda, Departamento de Sociologia e Ciência Política da UFMT, Campus Cuiabá

Sociólogo e Psicólogo. Doutor em Sociologia pela UnB. Professor do Departamento de Sociologia e Ciência Política da UFMT, Campus Cuiabá

João Vicente R. B. da Costa Lima, Professor da UFAL, Campus Maceió

Sociólogo. Doutor em Sociologia. Professor da UFAL, Campus Maceió.

Downloads

Publicado

2015-06-29

Como Citar

Lacerda, A. L. R., & Lima, J. V. R. B. da C. (2015). Impactos da Modernização Sobre as Estruturas Sociais: O Exemplo dos Pecuaristas de Poconé-MT. Revista De Estudos Sociais, 17(33), 132-143. https://doi.org/10.19093/res.v17i33.2526

Edição

Seção

Artigos