PANORAMA DOS ARTIGOS SOBRE MAPAS MENTAIS PUBLICADOS NA SCIENTIFIC PERIODICALS ELETRONIC LIBRARY – SPELL E NA SCIENTIFIC LIBRARY ONLINE – SCIELO

Autores

DOI:

10.30781/repad.v3i2.8553

Palavras-chave:

Mapas mentais, Análise qualitativa, Estudo bibliométrico.

Resumo

O mapa mental é uma ferramenta de planificação e de anotação de informações de forma não linear, o que favorece a memorização, a criatividade, a organização de ideias e possibilita a análise de dados qualitativos. O objetivo desta pesquisa é identificar qual é o panorama dos artigos sobre mapas mentais publicados na base da Scientific Periodicals Eletronic Library (Spell) e da Scientific Eletronic Library Online (SciELO). Utilizou-se a base de dados da Spell (Scientific Periodicals Electronic Library) e da SciELO (Scientific Eletronic Library) para o levantamento dos artigos que continham, em seus resumos ou em seus títulos, as palavras “mapas mentais”. O levantamento, realizado em novembro de 2018, identificou 19 artigos, 09 artigos na base de dados da Spell e 10 artigos na base de dados da SciELO. Os resultados desta pesquisa evidenciam que o tema pesquisado é emergente e que as reflexões realizadas possibilitam iniciar um debate acerca da produção científica brasileira sobre os mapas mentais, considerando a importância e relevância da temática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cauê Felipe Pimentel, Universidade Federal de Mato Grosso

Mestrando em Gestão e Tecnologia Ambiental pela Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis.

Dhonatan Diego Pessi, Universidade Federal de Mato Grosso

Mestrando em Gestão e Tecnologia Ambiental pela Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis.

Referências

BUZAN, T. How to Mind Map: The Ultimate Thinking Tool That Will Change Your Life. Thorson, London; 2002.

BUZAN, TONY; BUZAN, BARRY. The Mind Map Book: how to use radiant thinking to maximize your brain’s potential. New York: Dutton, 1994.

EDEN, C. Analyzing cognitive maps to help structure issues or problems. European Journal of Operational Research, v. 159, n. 3, p. 673-686, 2004.

KRAISIG, A. R.; BRAIBANTE, M. E. F. Mapas mentais: instrumento para a construção do conhecimento científico relacionado à temática “cores”. Journal of Basic Education, v. 4, n. 2, p. 70-83, 2017.

LIMA, J. L. O.; MANINI, M. P. Metodologia para análise de conteúdo qualitativa integrada à técnica de mapas mentais com o uso dos softwares Nvivo e Freemind. Informação, v. 21, n. 3, p. 63-100, 2016.

MICRUTE, REGINA LUCIA ROCHA; KASHIWAGI, HELENA MIDORI. O uso dos mapas mentais na construção da percepção espacial. OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE NA PERSPECTIVA DO PROFESSOR PDE. Volume 1, Curitiba – PR, 2014.

NOVAK, J. D.; CAÑAS, A. J. A teoria subjacente aos mapas conceituais e como elaborá-los e usá-los. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v.5, n.1, p. 9-29, jan.-jun. 2010.

QUEVEDO-SILVA, F. et al. ESTUDO BIBLIOMÉTRICO: ORIENTAÇÕES SOBRE SUA APLICAÇÃO. Revista Brasileira de Marketing – ReMark Vol. 15, N. 2. Abril/Junho. 2016.

SHAVELSON, R.J.; RUIZ-PRIMO, M.A.; WILEY, E. Windows into the mind. Higher Education, 49 p. 413-430. 2005.

SILVA, EDSON COUTINHO. Mapas conceituais: propostas de aprendizagem e avaliação. Administração: Ensino e Pesquisa. V. 16 No 4 P. 785–815 OUT-NOV-DEZ, Rio de Janeiro, 2015.

WHITING M, SINES, D. Mind maps: establishing 'trustworthiness' in qualitative research. Nurse Researcher. 20, 1, 21-27. 2012.

Downloads

Publicado

2019-08-29

Como Citar

PIMENTEL, C. F.; PESSI, D. D. PANORAMA DOS ARTIGOS SOBRE MAPAS MENTAIS PUBLICADOS NA SCIENTIFIC PERIODICALS ELETRONIC LIBRARY – SPELL E NA SCIENTIFIC LIBRARY ONLINE – SCIELO. Revista Estudos e Pesquisas em Administração, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 68-81, 2019. DOI: 10.30781/repad.v3i2.8553. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/repad/article/view/8553. Acesso em: 25 jul. 2021.