A APLICABILIDADE DOS 5 SENSOS COMO UMA FERRAMENTA ESTRATÉGICA DO LEAN MANUFACTURING: Um estudo de caso na indústria têxtil de Cuiabá-MT

Autores

DOI:

10.30781/repad.v3i1.8169

Palavras-chave:

Lean, Sensos, Processos

Resumo

O Sistema Lean Manufacturing é um processo de melhoria continua composto de ferramentas estratégicas, onde através de sua implantação e execução, tem como resultado o baixo custo evitando o retrabalho, facilitando no desenvolvimento do processo, tornando-se uma gestão inovadora e agregando valores ao produto final. Diante disso, este artigo tem como objetivo apresentar a aplicabilidade dos 5 sensos em uma consultoria em Lean Manufacturing, realizado em dois setores: estoque de tecidos e processo de acabamento/expedição na linha de uniformes profissionais. Os objetivos específicos que direcionaram a construção do trabalho consistem em identificar os principais gargalos do processo, envolver as pessoas, aplicar a ferramenta nos setores problemáticos. Os resultados deste estudo apresentam a mudança do layout e adequações para melhoria da produtividade do setor de expedição e a organização do estoque. Essa implementação aconteceu de forma sistêmica, onde primeiramente identificaram-se as falhas no processo e onde era necessário um aprimoramento da execução das tarefas, em seguida fez-se a aplicação da ferramenta 5S. Com a aplicação da Ferramenta 5S nos setores envolvidos, implantaram-se as melhorias, possibilitando o levantamento quantitativo e qualitativo dos insumos e tecidos existentes proporcionado melhor otimização, reorganização e padronização das atividades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosicley Nicolao de Siqueira, FATEC SENAI MT

Professora Mestra FATEC SENAI MT

Dhaiany Ellen Alves dos Santos, FATEC SENAI MT

Discente do curso GESTÃO DA QUALIDADE FATEC SENAI MT

Cristiane Marafon, IST - Instituto de Tecnologia e Inovação

Consultora do Instituto de tecnologia e Inovação do SENAI MT

Daiane Alves Cardoso, FATEC SENAI MT

DOCENTE FATEC SENAI MT

Andrey Sartori, FATEC SENAI MT

DOCENTE MESTRE FATEC SENAI MT

Referências

ANDRADE, Wagner M. Equipe 5S – Praticando o PDCA. Belo Horizonte: Soluções Criativas, 2008.

BORGES C. T.; CAMPOS S. M.; BORGES C. E. Implantação de um sistema para o controle de estoques em uma gráfica/editora de uma universidade. Revista Eletrônica Produção & Engenharia, v. 3, n. 1, p. 236-247, Jul./Dez. 2010.

CAMPOS, Vicente Falconi. TQC: Gerenciamento da rotina do trabalho do dia-a-dia. 3. ed. Rio de Janeiro: Bloch, 1994

COSTA, R.M.C. et al. Como praticar o 5S na escola. 2 ed. Belo Horizonte: Líttera Maciel, 1996.

CAULLIRAUX, H.; CAMEIRA, R. A consolidação da visão por processos na engenharia de produção e possíveis desdobramentos. XX ENEGEP, São Paulo, 2000.

CAMPOS, Renato et al. A ferramenta 5S e suas implicações na gestão da qualidade total. Simpep–Simpósio de Engenharia de Produção, v. 12, 2005.

CARDOSO, Rogério. Análise da aplicabilidade dos princípios e ferramentas da produção enxuta para melhoria da gestão de processos operacionais de educação a distância em instituições de ensino superior. 2010. Tese de Doutorado. Universidade Metodista de Piracicaba.

CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de pessoas. Elsevier Brasil, 2008.

DE JESUS PACHECOA, Diego Augusto. Teoria das Restrições, Lean Manufacturing e Seis Sigma: limites e possibilidades de integração. Production, v. 24, n. 4, p. 940-956, 2014.

FERREIRA, Nuno Filipe Faria. Desenvolvimento de um jogo de simulação do sistema de produção LEAN ferramentas: 5S, organização de layout e TPM. 2012. Tese de Doutorado. Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto.

FOGLIATTO, Flávio Sanson; FAGUNDES, Paulo Ricardo Motta. Troca rápida de ferramentas: proposta metodológica e estudo de caso. Gestão e produção. São Carlos, SP. vol. 10, n. 2 (2003), p. 163-181, 2003.

HABU, N.; KOIZUMI Y.; OHMORI Y. Implementação do 5S na prática. Campinas: Editora Icea, 1992.

LIKER, J. K. Modelo Toyota: os 14 Princípios de gestão do maior fabricante do mundo. Porto Alegre: 2006.

LIKER, Jeffrey K.; MEIER, David. O Modelo Toyota-Manual de Aplicação: Um Guia Prático para a Implementação dos 4Ps da Toyota. Bookman Editora, 2007

LINDGREN, Paulo Cesar Corrêa. Implementação Do Sistema De Manufatura Enxuta (Lean Manufacturing) Na Embraer. Monografia (MBA em Gerência de Produção e Tecnologia)–Departamento de Economia, Contabilidade, Administração e Secretário Executivo, Universidade de Taubaté, Taubaté, 2001

LUZZI, André Antônio. Uma abordagem para projetos de layout industrial em sistemas de produção enxuta: um estudo de caso. 2004.

MARIZ, Renato Nunes et al. Método para aplicação do trabalho padronizado. Ambiente Construído, 2013.

SCHNEIDER J., WALDYR E. Análise da trajetória tecnológica e da dinâmica da implantação do pensamento enxuto em uma empresa do setor plástico: um estudo de caso. 2007.

PEREIRA, L; GODOY, D; TERÇARIOL, D. Estudo de caso como procedimento de pesquisa científica. Psicologia. Reflexão. Crit. vol.22 no.3 Porto Alegre 2009.

PEREIRA, K. CAMARGO, R. SANTOS, V. LOPES, V. Programa 5s: Uma ferramenta para eliminar desperdícios e otimizar os custos no processo produtivo. [Editorial]. Revista Cientifica do Unisalesiano – Lins – SP, ano 3., n.7, jul/dez de 2012.

YIN, Robert K. Estudo de Caso-: Planejamento e Métodos. Bookman editora, 2015.

Downloads

Publicado

2019-04-28

Como Citar

SIQUEIRA, R. N. de; DOS SANTOS, D. E. A.; MARAFON, C.; CARDOSO, D. A.; SARTORI, A. A APLICABILIDADE DOS 5 SENSOS COMO UMA FERRAMENTA ESTRATÉGICA DO LEAN MANUFACTURING: Um estudo de caso na indústria têxtil de Cuiabá-MT. Revista Estudos e Pesquisas em Administração, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 71-83, 2019. DOI: 10.30781/repad.v3i1.8169. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/repad/article/view/8169. Acesso em: 19 out. 2021.