BARRAGENS DE MARIANA E BRUMADINHO E PREÇO DA AÇÃO DA VALE: UM ESTUDO DE EVENTO

Autores

DOI:

10.30781/repad.v7i1.14785

Palavras-chave:

Barragens de Mariana e Brumadinho, Desastre socioeconômico e ambiental, Retornos da ação da mineradora, Estudo de evento

Resumo

A Samarco subsidiária da Vale S.A. e de uma mineradora australiana mantinha em Mariana e Brumadinho, em Minas Gerais, barragens de rejeitos de mineração. O objetivo da barragem é impedir que os resíduos tóxicos não cheguem aos rios e córregos da região. A barragem de Mariana se rompeu em 5 de novembro de 2015 e a de Brumadinho em 25 de janeiro de 2019. Vidas se perderam, rios e córregos foram contaminados e lamas tóxicas se alastraram por quilômetros de terras. O Brasil assistiu a dois acidentes com barragens de rejeitos de mineração jamais vistos. Os rompimentos das barragens afetaram o preço das ações da Vale? Por meio da abordagem financeira conhecida por estudo de evento concluiu-se que o rompimento da barragem de Fundão, de Mariana, provocou uma queda acumulada pós-evento estatisticamente significante no preço da ação da mineradora. Já a ruptura da barragem do Córrego do Feijão, de Brumadinho, afetou o preço da ação da Vale somente no dia do acidente, sem repercussões no resto do pós-evento. Presume-se que os investidores da Vale rapidamente precificaram os danos causados pelo rompimento da barragem de Brumadinho no valor da sua ação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Henrique Rocha, Universidade de Brasília

Universidade de Brasília

Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e de Gestão de Políticas Públicas

Departamento de Administração
PhD em Economia
Professor Associado III
Pesquisador CNPq de Produtividade

José Guilherme Vasconcelos, Universidade de Brasília

Graduado em Administração pela Universidade de Brasília.

Referências

AAMIR, M.; SHAH, S. Z. A. Dividend announcements and the abnormal stock returns for the event firm and its rivals. Australian Journal of Business and Management Research, 1(8), 72-76, 2011.

ALAM, M. N.; ALAM, S.; CHAVALI, K. Stock market response during Covid-19 lockdown period in India: an event study. Journal of Asian Finance, Economics and Business, 17(7), 131-137, 2020. DOI: https://doi.org/10.13106/jafeb.2020.vol7.no7.131

ALBUQUERQUE JR., M., F. J. A., JORGE NETO, P. M.; SILVA, C. (2021). The study of events approach applied to the impact of mergers and acquisitions on the performance of consulting engineering companies. Mathematics, 9(2), 130-150, 2021. DOI: https://doi.org/10.3390/math9020130

ASQUITH, P.; MULLINS JR., D.W. Equity issues and offering dilution. Journal of Financial Economics, 15(1), 61-89, 1986.

BALL, R.; BROWN, P. An empirical evaluation of accounting income numbers. Journal of Accounting Research, 6, 159–178, 1968.

BANDEIRA, L. S.; SOUZA, D. D. G.; SANTOS, J. A. S. Reflexos econômico-financeiros nas companhias responsabilizadas pela ocorrência de desastres ambientais. ConTexto, 22(50), 48-62, 2022.

BERGMANN, D. R.; SAVOIA, J. R. F.; SOUZA, B. M.; MARIZ, F. Avaliação dos processos de fusões e aquisições no setor bancário brasileiro por meio de estudo de eventos. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, 17(56), 1105-1115, 2015. DOI: https://doi.org/10.7819/rbgn.v17i56.2074

BINDER, J. J. The event study methodology since 1969. Review of Quantitative Finance and Accounting, 11, 111–137, 1998.

BODIE, Z.; KANE, A.; MARCUS, A. J. Investimentos. Porto Alegre: Bookman, 2010.

BOYD, J. H.; HU, J.; JAGANNATHAN, R. The stock market’s reaction to unemployment news: why bad news is usually good for stocks. The Journal of Finance, 60(2), 649–672, 2005. DOI: https://doi. org/10.1111/j.1540-6261.2005.00742.x

BROWN, S. J.; WARNER, J. B. Measuring security price performance. Journal of Financial Economics, 8, 205-258, 1980.

CAMPBELL, J. Y.; LO, A. W.; MACKINLAY, A. C. The econometrics of financial markets. New Jersey: Princeton University Press, 1997.

COELHO, R. M. P. Existe governança das águas no Brasil? Estudo de caso: O rompimento da Barragem de Fundão, Mariana (MG). Arquivos do Museu de História Natural e Jardim Botânico, 24(1), 16-43, 2015.

CORRADO, C. J. Event studies: a methodology review. Accounting & Finance, 51(1), 207-234, 2011. DOI: 10.1111/j.1467-629X.2010.00375.x

FAMA, E. F.; FISHER, L.; JENSEN, M.; ROLL, R. The adjustment of stock prices to new information. International Economic Review, 10, 1–21, 1969.

FAMA, E; LAWRENCE, F.; JENSEN, M.; RICHARD, R. The adjustment of stock prices to new information. International Economic Review, v. 10, 1–21, 1969.

FERNANDES, P. R.; MARANHÃO, K. A. Investigações sobre o comportamento do mercado de ações frente a eventos: Um estudo de caso australiano. Saber Humano, 6(8), 149-159, 2016.

HE, P.; SUN, Y.; ZHANG, Y.; LI, T. COVID–19’s impact on stock prices across different sectors— an event study based on the Chinese stock market. Emerging Markets Finance and Trade, 56(10), 2198-2212, 2020. DOI: https://doi.org/10.1080/1540496X.2020.1785865

HO, J. C.; QIU, M.; TANG, X. Do airlines always suffer from crashes? Economics Letters, 118(1), 113-117, 2013.

MACKINLAY, A. C. Event studies in economics and finance. Journal of Economic Literature, 35(1), 13-39, 1997.

MANEENOP, S., E KOTCHARIN, S. The impacts of COVID-19 on the global airline industry: An event study approach. Journal of Air Transport Management, 89(1), 1-6, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jairtraman.2020.101920

NDEKUGRI, A.; PESAKOVIC, G. Using event studies to evaluate stock market return performance. Global Journal of Management and Business Research: C Finance, 17(5), 1-16, 2017.

SANTOS, J. O.; SANTOS, F. A.; VOLPATO, L. A.; VOLPATO, B. L. Análise do desempenho do retorno das ações ordinárias de empresas do setor do agronegócio em cenários econômicos adversos. Revista de Ciências da Administração, 23(61), 37-51, 2021. DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8077.2021.e79157

SILVA, J. M. A.; FAMÁ, R. Evidências de retornos anormais nos processos de IPO na Bovespa no período de 2004 a 2007: um estudo de evento. Revista de Administração da USP (RAUSP), 46(2), 178-190, 2011. DOI: https://doi.org/10.5700/rausp1006

SILVA, C. C.; SILVA, F. G.; SILVA, E. V. A. Impacto do anúncio de fusões & aquisições sobre a competitividade do mercado: um estudo de caso da fusão Bradesco-HSBC Brasil. Espacios, v. 38, n. 38, 1-15, 2017.

ZALIS, P. O mapa da destruição. Veja, 48(2454), 84-92, 2020.

Downloads

Publicado

2023-04-30

Como Citar

ROCHA, C. H.; VASCONCELOS, J. G. BARRAGENS DE MARIANA E BRUMADINHO E PREÇO DA AÇÃO DA VALE: UM ESTUDO DE EVENTO . Revista Estudos e Pesquisas em Administração, [S. l.], v. 7, n. 1, 2023. DOI: 10.30781/repad.v7i1.14785. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/repad/article/view/14785. Acesso em: 19 jul. 2024.