Edgar Allan Poe na TV brasileira: domesticação e estrangeirização na tradução intersemiótica de A Máscara da Morte Rubra

Autores

  • Franciane Costa de Sousa frangel@bol.com.br
    Universidade Federal do Piauí (UFPI)
  • Francisco Wellington Borges Gomes wellborges@hotmail.com
    Universidade federal do Piauí (UFPI); Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

Palavras-chave:

TRADUÇÃO INTERSEMIÓTICA, DOMESTICAÇÃO, ESTRANGEIRIZAÇÃO

Resumo

A transposição de textos literários para o cinema e a TV é um fenômeno recorrente.  Nesse processo, várias estratégias tradutórias são usadas, dentre elas a domesticação e a estrangeirização. Neste trabalho, abordamos o uso dessas duas estratégias na tradução intersemiótica para a TV brasileira do conto “A Máscara da Morte Rubra”, de Edgar Allan Poe. Buscamos analisar de que modo elas estão presentes no texto traduzido para construir sentidos em um suporte semiótico diferente daquele em que o texto original foi publicado. Os principais resultados mostram que, embora usadas de forma desproporcional no texto de chegada, as duas estratégias colaboram para a aproximação entre textos e contextos de partida e chegada.

Biografia do Autor

Franciane Costa de Sousa, Universidade Federal do Piauí (UFPI)

Mestre em Letras – Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Piauí - UFPI

Francisco Wellington Borges Gomes, Universidade federal do Piauí (UFPI); Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

Doutor Em Linguística Aplicada pela Universidade Federal de Minas Gerais.  Docente dos Programas de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Piauí e da Universidade Estadual do Piauí.

Referências

BARATA, R. C. B. Epidemias. Cadernos de Saúde Pública, vol.3, n.1 Rio de Janeiro, Jan./Mar, 1987.

CONTOS do Edgar. Série de TV. Canal Fox. Episódio “Cecília”, exibido em 4 de junho de 2013.

HUTCHEON, L. A theory of adaptation. USA: Routledge, 2006.

JAKOBSON, R. Linguística e comunicação. São Paulo: Cultrix, 1997.

KENNEDY, J. G. A Historical Guide to Edgar Allan Poe. New York: Oxford University Press, 2001.

PLAZA, J. Tradução Intersemiótica. São Paulo: Perspectiva, 2003.

POE, E. A. The Masque of Red Death. In: The Complete Illustrated Works. London: Bounty Books, 2004, pp. 757-763

___________. Histórias extraordinárias. Tradução de José Paulo Paes. Companhia de Bolso: 2008.

REZENDE, J. M. As Grandes epidemias da história. In: À Sombra do plátano: crônicas de história da medicina. São Paulo: Editora Unifesp, 2009.

SILVA, M. A. D.; NASCIMENTO, D. R. A Peste bubônica no Rio de Janeiro e as estratégias públicas no seu combate (1900-1906). Revista Territórios & Fronteiras, Cuiabá, vol. 6, n. 2, jul.-dez, 2013.

VENUTI, L. The Translator’s Invisibility. London: Routledge, 1995.

Downloads

Publicado

2018-12-27

Como Citar

SOUSA, F. C. de; GOMES, F. W. B. Edgar Allan Poe na TV brasileira: domesticação e estrangeirização na tradução intersemiótica de A Máscara da Morte Rubra. Polifonia, [S. l.], v. 25, n. 40.1, p. 100–112, 2018. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/polifonia/article/view/6415. Acesso em: 13 jun. 2024.