SALVADOR DALÍ NO PAÍS DAS MARAVILHAS: SURREALISMO E NONSENSE

Autores

Palavras-chave:

Lewis Carroll, Salvador Dali, nonsense, surrealismo, arte.

Resumo

Resumo

Neste presente ensaio, possuímos como objetivo estabelecer uma análise imagética das ilustrações realizadas pelo pintor surrealista Salvador Dalí, para a obra “Alice no país das maravilhas” de Lewis Carroll. Tendo em vista este ser um livro que, embora não se encontra no movimento de surrealismo, apresenta características que antecipam o mesmo, buscamos assim que seja estabelecida aqui uma possível conversa entre o nonsense, fenômeno literário marcado pela aparente ‘falta de sentido’, e a expressão artística surrealista, pautando suas semelhanças e diferenças que constroem o efeito de sentido. Para tanto, as ilustrações e a obra literária são colocadas lado a lado, possibilitando uma maior compreensão do texto literário em questão.

 

Palavras-chave: Lewis Carroll, Salvador Dali, nonsense, surrealismo, arte.

 

 

Abstract

In this paper, we intend to establish an imagery analysis of the surrealist painter Salvador Dalí’s illustrations for Lewis Carroll's "Alice in Wonderland". Considering this to be a book that, although not in the movement of surrealism, presents characteristics that anticipates the movement, we look to establish here a possible conversation between the literary nonsense, a phenomenon marked by the apparent ‘lack of meaning’, and surrealist artistic expression, basing its similarities and differences that build the effect of meaning. Therefore, the painting and the literary text are allocated side by side, allowing a greater understanding of the literary text in question.

Keywords: Lewis Carroll, Salvador Dali, nonsense, surrealism, art

Biografia do Autor

Isabella Pereira Marucci

Graduada em Letras Português/Inglês pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS (2017)

Mestranda no Programa de Pós Graduação Mestrado em Estudos de Linguagens (PPGMEL) pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS 

Ramiro Giroldo, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)/CNPq

Possui graduação em Letras-Inglês pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2005), mestrado em Estudos de Linguagens pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2008) e doutorado em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo (2012). Atualmente é Professor Adjunto A da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura brasileira contemporânea, ficção científica, utopia e autoritarismo

Referências

BURGESS, Anthony. Nonsense. 1986. In Exploration in the Field of nonsense/ organizado por W. Tigges. Amsterdam. Editora Rodopi. 1987.

CARROLL, Lewis. Alice on Stage: The Theatre. 1987. Disponível em: http://www.alice-in-wonderland.net/resources/background/alice-on-the-stage/

_______________. Aventuras de Alice no País das Maravilhas & Através do Espelho. Rio de Janeiro. Editora Zahar. 2013

DONDIS, Donis A. Sintaxe da linguagem visual. São Paulo. Editora Martins Fontes. 1997.

GOMBRICH, E. H. A História da Arte. Tradução de Álvaro Cabral. [Reimpr.] Rio de Janeiro: LTC, 2011.

KOTHE, Flávio R. Arte comparada. Brasília. Editora UnB. 2016.

Downloads

Publicado

2018-12-27

Como Citar

MARUCCI, I. P.; GIROLDO, R. SALVADOR DALÍ NO PAÍS DAS MARAVILHAS: SURREALISMO E NONSENSE. Polifonia, [S. l.], v. 25, n. 40.1, p. 12–27, 2018. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/polifonia/article/view/6328. Acesso em: 21 jun. 2024.