Manuel Bandeira, o poeta (auto)filmado

Autores

Palavras-chave:

Manuel Bandeira, Joaquim Pedro de Andrade, Autobiografia, Cinema novo, Literatura brasileira.

Resumo

O curta-metragem O Poeta do Castelo, de 1959, do cineasta Joaquim Pedro de Andrade, centra-se na vida cotidiana do poeta Manuel Bandeira, encarregado pelo diretor de escrever o primeiro esboço do roteiro, seguido com pequenas modificações. Minha hipótese, que busco desenvolver em meu texto, é de que o curta-metragem é utilizado pelo poeta como uma possibilidade de realizar um prolongamento da imagem de si esboçada no Itinerário de Pasárgada, de 1954, o que aproxima a película da prática do cinema autobiográfico.

Biografia do Autor

Daniel da Silva Moreira, Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutor em Letras: Estudos Literários (2017), pela Universidade Federal de Juiz de Fora, onde desenvolveu a tese intitulada "Escritas de si e homossexualidade no Brasil: os diários de Lúcio Cardoso, Walmir Ayala e Harry Laus". Mestre em Letras: Estudos Literários (2011) pela UFJF, onde desenvolveu dissertação sobre a prática autobiográfica no Brasil, com ênfase no "Itinerário de Pasárgada", de Manuel Bandeira, e em "Um homem sem profissão; memórias e confissões; sob as ordens de mamãe", de Oswald de Andrade. Licenciado em Letras (Língua Portuguesa e literatura correspondente, 2007, e Língua Latina e literatura correspondente, 2010) pela UFJF. Foi professor bolsista (2013-2015) no curso de graduação em letras da Universidade Federal de Juiz de Fora, dentro do Programa Experimental de Preparação para a Docência. Foi professor substituto (2011-2013) no curso de graduação em letras da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Referências

ALENCAR, José de. Como e porque sou romancista. Campinas: Pontes, 2005.

ANDRADE, Joaquim Pedro de. O poeta filmado. Suplemento literário do Diário de Notícias, Rio de Janeiro, 17 abr. 1966.

ARRIGUCCI JR, Davi. Humildade, paixão e morte. A poesia de Manuel Bandeira. 2. ed. São Paulo: Cia. das Letras, 2003.

ARTIÈRES, Philippe. Arquivar a própria vida. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v.11, n.21, 1998.

BANDEIRA, Manuel. Documentário de escritores. In: Andorinha, andorinha. São Paulo: Círculo do Livro, 1993.

BANDEIRA, Manuel. Itinerário de Pasárgada. In: Poesia e Prosa. Vol. 2. Rio de Janeiro: Aguilar, 1958.

LEJEUNE, Philippe. Cinema e autobiografia: problemas de vocabulário. In: O pacto autobiográfico – de Rousseau à internet. Trad. Jovita Maria Gerheim Noronha e Maria Inês Coimbra Guedes. Belo Horizonte: UFMG, 2008.

MIRANDA, Wander Melo. Corpos Escritos: Graciliano Ramos e Silviano Santiago. São Paulo/Belo Horizonte: EDUSP/Editora UFMG, 1992.

O habitante de Pasárgada. Direção: Joaquim Pedro de Andrade, Fernando Sabino e David Neves. Rio de Janeiro: Bem-Te-Vi Filmes, 1974. 09 min. Son., P&B, 35 mm.

O poeta do Castelo. Direção: Joaquim Pedro de Andrade. Rio de Janeiro: Filmes do Serro, 1959. 11 min. Son., P&B, 35 mm.

SABINO, Fernando. O Tabuleiro de Damas. In: Obra Reunida. Vol. 3. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1996.

SOUZA, Eneida Maria de. Crítica Cult. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002.

Downloads

Publicado

2018-12-27

Como Citar

DA SILVA MOREIRA, D. Manuel Bandeira, o poeta (auto)filmado. Polifonia, [S. l.], v. 25, n. 40.2, p. 222–238, 2018. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/polifonia/article/view/6253. Acesso em: 14 jun. 2024.