Estigma e preconceito na escola: relatos de imigrantes

Autores

  • Sidney de Souza Silva sidney.silva@ifgoiano.edu.br
    Instituto Federal Goiano
  • Heloísa Augusta Brito de Mello heloisabritomello@gmail.com
    Universidade Federal de Goiás

Palavras-chave:

Interculturalidade, Minorias, Estigma.

Resumo

É nossa intenção neste texto provocar um debate que amplie a discussão sobre a discriminação e o preconceito no contexto escolar, geralmente direcionado àqueles considerados “diferentes”. Fazemos isso apoiados no argumento de que tanto a escola quanto os professores e a comunidade, face às transformações sociais, políticas e econômicas contemporâneas, precisam urgentemente desenvolver uma orientação intercultural com vistas a mediar os conflitos que atravessam a escola em sentido amplo e, de maneira mais restrita, a sala de aula. Por “orientação intercultural” entende-se, grosso modo, encorajar uma aprendizagem voltada para a diversidade, a pluralidade e o respeito ao outro, sobretudo em contextos de minorias linguísticas e culturais, em que estão sempre presentes o estigma, o preconceito e as atitudes negativas em relação às pessoas que não representam o padrão esperado na sociedade. Esperamos com essa abordagem sensibilizar a escola, os professores e a comunidade em geral para o desenvolvimento de posturas e ações pedagógicas que possam reduzir ou, quem sabe, até eliminar o sofrimento do cotidiano dos alunos em razão de qualquer tipo de discriminação e preconceito.

Biografia do Autor

Sidney de Souza Silva, Instituto Federal Goiano

Doutor em Letras e Linguísticas pela Universidade Federal de Goiás (2017). Possui graduação em Licenciatura Plena em Letras pela Universidade Paulista (2004) e mestrado em Letras e Linguística pela Universidade Federal de Goiás (2007). Atualmente é Professor do Ensino Básico Técnico Tecnológico do Instituto Federal Goiano - Campus Avançado Hidrolândia. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Sociolinguística e Espanhol como Língua Estrangeira (ELE), atuando principalmente nos seguintes temas: imigração, línguas em contato, bilinguismo, minorias linguísticas e etnicidade.

 

Heloísa Augusta Brito de Mello, Universidade Federal de Goiás

Possui graduação em Letras Português Inglês pela Universidade Federal de Goiás (1982), mestrado em Linguística pela Universidade Federal de Goiás (1996), estágio doutoral em Educational Linguistics na University of New Mexico, NM/USA (2001), doutorado em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (2002). Professora Associada da Universidade Federal de Goiás. Tem experiência na área de Linguística Aplicada, com ênfase em Ensino e Aprendizagem de Segunda Língua e Língua Estrangeira, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de inglês, aquisição de L2/LE, bilinguismo, educação bilíngue, discurso bilíngue, etnografia. Editora da Revista Signótica no período de 2006-2014.

Referências

CUMMINS, J. Negotiating identities: Education for empowerment in a diverse society. Ontario: California Association for Bilingual Education, 1996.

FREEMAN, D. E.; FREEMAN, Y. S. Between worlds: Access to Second Language Acquisition. Portsmouth, NH: Heinemann, 2011.

GALLINO, Luciano. Dicionário de Sociologia, São Paulo: Paulus, 2005.

GOFFMAN, E. Estigma: notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. Trad. Mathias Lambert. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 2006.

GROSJEAN, F. Life with two languages: an introduction to bilingualism. Cambridge, Mass.: Harvard University Press, 1982.

MARINUCCI, R.; MILES, R. Migrações internacionais contemporâneas <http://www.ufjf.br/pur/files/2011/04/MIGRAÇÃO-NO-MUNDO.pdf> Acesso em: 20 de junho.2017.

RUIZ, R. Orientations in language planning. Journal of the National Association of Bilingual Education, v.8, p. 15-34, 1984.

SILVA, S. S. Do estado plurinacional da Bolívia para o Brasil: um estudo da situação sociolinguística de um grupo de imigrantes bolivianos que vivem na região metropolitana de São Paulo. Goiânia, 2017, 322p. Tese (Doutorado em Letras e Linguística), Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística, Faculdade de Letras-UFG.

VALDÉS, G. Con Respeto: Bridging the distances between culturally diverse families and schools. New York: Teachers College Press, 1996.

WELLS, G. Using L1 to master L2: a response to Anthón and DiCamilla´s ‘Socio-cognitive functions of L1 collaborative interaction in the L2 classroom’. The Modern Language Journal, v. 83, n. 2, p. 249-254, 1999.

Downloads

Publicado

2018-05-25

Como Citar

SILVA, S. de S.; BRITO DE MELLO, H. A. Estigma e preconceito na escola: relatos de imigrantes. Polifonia, [S. l.], v. 25, n. 37.2, p. 292–310, 2018. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/polifonia/article/view/6102. Acesso em: 21 jun. 2024.