Aprendendo a brincar: letramentos de jogadores iniciantes em videogames

Autores

  • Ardalla Guimarães Oliveira ardallaoliveira@gmail.com
  • Dánie Marcelo de Jesus daniepuc@gmail.com

Palavras-chave:

Práticas de letramentos, jogos digitais, usuários

Resumo

Neste artigo, analisamos os posts de uma página no Facebook e na plataforma Steam, intitulados “Games and Literacies”, pertencentes a um grupo de jogadores-pesquisadores de videogame cujo objetivo era dar suporte aos participantes de um projeto de pesquisa de uma universidade pública. Este trabalho, portanto, tem como finalidade compreender, por meio das escolhas verbais dos participantes, quais práticas de letramento emergem em suas interações. O trabalho se assenta na referência teórica dos estudos de letramento (KNOBEL; LANKSHEAR, 2007) e dos videogames (GEE, 2004, 2007; PRENSKY, 2001, 2006). O percurso teórico-metodológico é de base interpretativista nas perspectivas de King e Horrocks (2010). A coleta dos dados se deu entre os meses de novembro de 2013 e julho de 2014. Os participantes eram adultos iniciantes com pouca experiência em práticas de letramentos com jogos digitais Paralelamente, foram realizadas entrevistas como forma de triangulação dos dados gerados. Os resultados sugerem que o contato com o jogo digital escolhido permitiu o surgimento de diversas práticas de letramento.

Biografia do Autor

Ardalla Guimarães Oliveira

Graduada em Letras-Francês (2008) e Mestre em Estudos da Linguagem (2015) pela Universidade Federal de Mato Grosso.

Dánie Marcelo de Jesus

Doutor em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2007). Professor Associado I, docente do Programa de Pós-graduação em Estudos de Linguagem e do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea da Universidade Federal de Mato Grosso.

Referências

ALVES, L. R. G. Nativos digitais: games, comunidades e aprendizagens. In: MORAES, Ubirajara Carnevale de. (Org.). Tecnologia Educacional e Aprendizagem: o uso dos recursos digitais. Livro Pronto: São Paulo, 2007. p. 233-251.

BUZATO, M. E. K. Entre a fronteira e a periferia: linguagem e letramento na inclusão digital. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) – Instituto de Estudos da Linguagem, UNICAMP, Campinas, 2007.

______. A relational approach to digital literacies as a tool for designing educational and social inclusion strategies based on access to digital technologies. In: Seventh International Conference on Interdisciplinary Social Sciences, Barcelona, Spain, p. 25-28, June, 2012. Disponível em: <http://www.academia.edu>. Acesso em: 6 maio 2014.

COPE, B.; KALANTZIS M. Multiliteracies: New Literacies, New Learning. Pedagogies: An International Journal, v. 4, 164-195. Routledge, London, 2009. Disponível em: <http://newlearningonline.com/_uploads/pedagogiesm-litsarticle.pdf>. Acesso em: 21 jul. 2014.

DAMASCENO. V. D. O jogo digital nos processos de ensino e aprendizagem de Língua Portuguesa: um estudo através das sequências narrativas. 98 p. 2006. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS, São Leopoldo, 2006.

DE PAULA, G. N. A prática de jogar videogame como um novo letramento. 143 p. 2011. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) - Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011.

DIAS. R. WebQuests: Tecnologias, multiletramentos e a formação do professor de inglês para a era do ciberespaço. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, Belo Horizonte, v. 12, n. 4, p. 861-881, 2012. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbla/v12n4/aop1212.pdf>. Acesso em: 9 abr. 2014

GEE, J. P. What video games have to teach us about learning and literacy. New York: Palgrave/Macmillan, 2007.

______. Situated language and learning: a critique of traditional schooling. London: Routledge, 2004.

GOULART, C; MELLO, R. Maria. Psicologia da Educação. In: SANCHES, Alcir Braga. (Org.). Educação Física à Distância Módulo 3. Brasília: Universidade de Brasília, 2008. p. 103- 232. v. 3.

KING, N.; HORROCKS, C. Interviews in qualitative research. London: Sage Publications Ltd, 2010.

KNOBEL, M; LANKSHEAR, C. The New Literacies Sampler. New York, Peter Lang: 2007. p. 2-17.

LANKSHEAR, C. KNOBEL, M. New Literacies: everyday practices and social learning. Open University Press: New York, 2011.

LIMA. M. C. A. Experienciando o Letramento Digital - sistematização de uma pesquisa-ação online. Revista Tecnologias na Educação, v. 1, 2009. Disponível em: <http://tecnologiasnaeducacao.pro.br/>. Acesso em: 20 out. 2014.

LOPES, L. P. M. Os novos letramentos digitais como lugares de construção de ativismo político sobre sexualidade e gênero. Revista Trabalhos de Linguística Aplicada, Campinas, v. 49, n. 2, p. 393-417, dez. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttextepid=S0103-18132010000200006elng=enenrm=iso>. Acesso em: 19 jun. 2014.

PRENSKY, M. Digital native, digital immigrant. On the Horizon, NBC University Press, v. 9, n. 5, p. 1- 6, out. 2001.

______. Don’t bother me, mom, I’m learning!: how computer and video games are preparing your kids for 21st century success and how you can help! St. Paul, MN: Paragon House, 2006.

ROJO, R. H. R. (Org.). Escol@ conectada: os multiletramentos e as TICs. São Paulo: Parábola Editorial, 2013. p. 13-36.

SALEN, K; ZIMMERMAN, E. Rules of play: game design fundamentals. The MIT Press Cambridge, Massachusetts, London, England, 2004. Disponível em: <http://gamifique.files.wordpress.com/2011/11/1-rules-of-play-game-design-fundamentals.pdf.>. Acesso em: 12 nov. 2015.

SILVA, D. P. Jogo de interface textual: práticas de letramento em MUD. In: ROJO, Roxane. (Org.). Escol@ conectada: os multiletramentos e as TICs. São Paulo: Parábola Editorial, 2013. p. 13-36.

SOARES, W. C. S. A aprendizagem de inglês mediada por jogos eletrônicos do tipo MMORPG. 104 p. 2012. Dissertação (Mestrado em Letras) - Estudos da Linguagem, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.

VYGOTSKY, L. S. Pensamento e Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

Downloads

Publicado

2017-12-30

Como Citar

OLIVEIRA, A. G.; JESUS, D. M. de. Aprendendo a brincar: letramentos de jogadores iniciantes em videogames. Polifonia, [S. l.], v. 24, n. 35/1, p. 114–131, 2017. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/polifonia/article/view/6036. Acesso em: 24 jul. 2024.