O QUE AS PESQUISAS RECENTES REVELAM ACERCA DAS IDENTIDADES DE GÊNERO, DE RAÇA E DE SEXUALIDADE NAS AULAS DE LÍNGUA INGLESA

Autores

  • Rosana Aparecida Ribeiro de Sene Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Aparecida de Jesus Ferreira Universidade Estadual de Ponta Grossa

Palavras-chave:

Identidades. Gênero. Raça. Sexualidade.

Resumo

                                     ResumoO presente artigo traz reflexões dos estudos realizados no Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade. As reflexões trazidas aqui são pertinentes ao estudo da linguagem, no que se refere à língua estrangeira, especificamente ao inglês. O objetivo deste artigo é averiguar o que as pesquisas recentes revelam sobre as identidades de gênero, de raça e de sexualidade nas aulas de língua inglesa, buscando compreender como a língua inglesa pode colaborar na desconstrução de estereótipos, preconceito e racismo em relação às identidades de gênero, de raça e de sexualidade existentes na sociedade. A pesquisa responde a seguinte pergunta:  O que as pesquisas recentes revelam sobre as identidades de gênero, de raça e de sexualidade e as aulas de língua inglesa? O referencial teórico utilizado para dar suporte a pesquisa forma os referenciais na área linguagem e intersecção com raça, gênero e sexualidade, sendo Scott (1995), Louro (1997, 2007, 2013), Moita Lopes (2002), Auad (2003, 2006), Butler (2010), Garcia (2011), Melo (2015) Ferreira (2006, 2012, 2015), Hall (2011), Silva (2013), Cruz (2015), Nelson (2015), Dias e Mastrella-de-Andrade (2015).  A metodologia utilizada neste estudo foi a pesquisa bibliográfica. Os resultados da investigação revelam a falta de estudos nas questões de gênero, de raça e de sexualidade e língua inglesa, pois as pesquisas recentes encontradas apresentaram os referidos temas em outras áreas de estudo e com pouca relação com a língua inglesa. Assim, podemos concluir a necessidade de pesquisas que abordem as questões de gênero, de raça e de sexualidade no campo de ensino/aprendizagem de língua inglesa. Trabalhar dessa forma poderá colaborar na desconstrução dos estereótipos em sala de aula, do discurso de educadoras/es e estudantes no que se refere às relações de poder, desestabilizando a composição do binarismo: homem/mulher, negra/o/branca/a, heterossexual/homossexual, e auxiliando os sujeitos a utilizarem a linguagem para colaborar na construção de uma sociedade mais humana e digna para todas as pessoas. 

Biografia do Autor

Rosana Aparecida Ribeiro de Sene, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Programa de Pós Graduação em Estudos da Linguagem.

Área de concentração: Linguagem, Identidade e Subjetividade.

Linha de Pesquisa: Pluralidade, Identidade e Ensino.

 Rosana Ap. R. de Sene (Mestranda - UEPG)

Participante do GEPLIS: Grupo de estudos e pesquisas em

linguagem e identidades sociais (Projeto de extensão).

Mestranda em Linguagem, Identidade e

Subjetividade/UEPG.

Aparecida de Jesus Ferreira, Universidade Estadual de Ponta Grossa

 

Programa de Pós Graduação em Estudos da Linguagem.

Área de concentração: Linguagem, Identidade e Subjetividade.

Linha de Pesquisa: Pluralidade, Identidade e Ensino.

Aparecida de Jesus Ferreira, Pós-doutora e doutorado pela Universidade de Londres. Professora do Programa de Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade da UEPG e professora do curso de Letras.Coordenadora do GEPLIS: Grupo de estudos e pesquisas em linguagem e identidades sociais (Projeto de extensão

Referências

REFERÊNCIAS

AUAD, Daniela. Feminismo: Que História é Essa? Rio de Janeiro: DP&A, 2003, p. 09 - 103.

______. Educar Meninas e Meninos: Relações de Gênero na Escola. São Paulo: Contexto, 2006, p. 07 – 95.

AZEVEDO, Aline da Silva. A Sala de Aula de Língua Estrangeira como Fórum de Discussão sobre as Identidades de Raça: Compartilhando uma Experiência Intervencionista. In: FERREIRA, Aparecida de Jesus (Org.). Identidades Sociais de Raça, Etnia, Gênero e Sexualidade: Práticas Pedagógicas em Sala de Aula de Línguas e Formação de Professores/as. Campinas, SP. Pontes Editora, 2012, p. 51 - 76.

BARROS, Jaqueline da Silva. Identidades sociais de classe, gênero e raça/etnia representadas no livro didático de espanhol como língua estrangeira. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013,

BENTO, Maria Aparecida Silva. Branqueamento e Branquetude no Brasil. In: CARONE, Iray; BENTO, Maria Aparecida Silva (Org). Psicologia Social do Racismo. Petrópolis, RJ, Vozes, 2002, p: 25- 57.

BEAUVOIR, Simone. O Segundo Sexo, Fatos e Mitos. 4. Ed. [Tradução de Sérgio Milliet]. Difusão Européia do Livro, 1970.

BUTLER, Judith P. Problemas de Gênero: Feminismo e Subversão da Identidade. 3. Ed. [Tradução Renato Aguiar]. Rio de Janeiro. Civilização Brasileira, 2010.

CAETANO, Daisy Luzia do Nascimento Silva. Trabalho de Mulheres em Goiânia - Go - 2014. Dissertação de Mestrado - Programa de Pós-Graduação em Geografia (RC) Universidade Federal de Goiás- Catalão - Goiás- Brasil.

CAVALLEIRO, Eliane do Santos. Do Silêncio do Lar ao Silêncio Escolar: Racismo, Preconceito e Discriminação na Educação Infantil. 6 Edição. São Paulo. contexto, 2014.

CARNEIRO, Aparecida Suelaine. Mulheres e Educação: Gênero, Raça e Identidades. Dissertação (mestrado)-Universidade Federal de São Carlos, Campus Sorocaba, Sorocaba, 2015.

CRUZ, Edna Sousa. Entre as Lutas, as Letras a Cor: Professoras Negras de Inglês Contam suas Histórias. In.: FERREIRA, Aparecida de Jesus (Org). Narrativas Autobiográficas de Identidades Sociais de Raça, Gênero, Sexualidade e Classe em Estudos da Linguagem. Campinas, SP. Pontes Editora, 2015, p: 185 - 208.

DIAS, Romar Souza e ANDRADE Mariana R. Mastrella de. Narrativas de Professores/ Identidades Sociais de Raça e Classe no Processo de Ensino-Aprendizagem de Inglês. In: FERREIRA, Aparecida de Jesus (Org.) Narrativas Autobiográficas de Identidades Sociais de Raça, Gênero, Sexualidade e Classe em Estudos da Linguagem. Campinas, SP. Pontes Editora, 2015, p. 77- 103.

FERREIRA, Aparecida de Jesus. Formação de Professores de Língua Inglesa e o Preparo para o exrcício do Letramento crítico em Sala de Aula em prol de Práticas Sociais: um Olhar Acerca de Raça/Etnia. Estudos em Educação. Vol. 7, n.12, 1 semestre 2006, p. 171-187.

______. Identidades Sociais de Raça/ Etnia na sala de aula de língua inglesa. In: ______(Org.) Identidades Sociais de Raça, Etnia, Gênero e Sexualidade: praticas pedagógicas em sala de aula de línguas e formação de professores/as. Campinas, SP. Pontes Editora, 2012, p. 19 - 50.

_______. Narrativas Autobiográficas de Professoras/es de Línguas na Universidade: Letramento Racial Crítico e Teoria Racial crítica. In: ______(Org.) Narrativas Autobiográficas de Identidades Sociais de Raça, Gênero, Sexualidade e Classe em Estudos da Linguagem. Campinas, SP. Pontes Editora, 2015, p. 127 -160.

FREITAS, Marco Túlio de Urzêda e PESSOA, Rocha. Gênero, Sexualidade e Ensino Crítico de Línguas Estrangeiras: Intersecções com a Formação de Professores/as. In: FERREIRA, Aparecida de Jesus (Org.) Identidades Sociais de Raça, Etnia, Gênero e Sexualidade: Práticas Pedagógicas em Sala de Aula de Línguas e Formação de Professores/as. Campinas, SP. Pontes Editora, 2012, p. 145 - 165.

FURLANI, Jimena. Educação Sexual: Possibilidades Didáticas. In.: LOURO, Guacira Lopes; NECKEL, Jane Felipe; GOELLNER, Silvana Vilodre (Orgs.). Corpo, Gênero e Sexualidade: Um Debate Contemporâneo na Educação. Petrópolis, RJ, Vozes, 2013, p. 67-82.

GARCIA, Carla Cristina. Breve História do Feminismo. São Paulo. Claridade, 2011.

GIESEL, Cláudia Cristina Mendes. Uma Abordagem Sociointeracionista Humanizadora para o Ensino de Língua Estrangeiras: Gênero na Sala de Aula. In: FERREIRA, Aparecida de Jesus (Org.). Identidades Sociais de Raça, Etnia, Gênero e Sexualidade: Práticas Pedagógicas em Sala de Aula de Línguas e Formação de Professores/as. Campinas, SP. Pontes Editora, 2012, p. 101 -120.

GOMES, Nilma Lino. Alguns Termos e Conceitos Presentes no Debate sobre Relações Raciais no Brasil: uma Breve Discussão. In.: Educação Anti-Racista: Caminhos Abertos pela Lei Federal n. 10.639/03 Secretaria de Educação Continuada, Afabetização e Diversidade, 2005, p.39-62.

HALL, Stuart. A Identidade Cultural na Pós-Modernidade. 11. Ed. [Tradução: Tomaz Tadeu da Silva, Guacira Lopes Louro]. Rio de Janeiro: DP&A, 2011, p. 07 - 99.

JORGE, Míriam Lúcia dos Santos. Livros Didáticos de Línguas Estrangeiras: Construindo Identidades Positivas. In: FERREIRA, Aparecida de Jesus (Org.). As Políticas do Livro Didático e Identidades Sociais de Raça, Gênero, Sexualidade e Classe em Livros Didáticos. Campinas, SP: Pontes Editora, 2014, p. 73-88.

LIMA, Roberto Carlos Santana. Glee : uma Transmedia Storytelling e a Construção de Identidades Plurais. Dissertação de Mestrado, RI UFBA- Instituto de Humanidades, Artes e Ciências, 2013.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, Sexualidade e Educação. Uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

______, Gênero, Sexualidade e Educação: das Afinidades Políticas às Tensões Teórico-Metodológicas. Educação em Revista. Belo Horizonte, n. 46. Dezembro 2007, p. 201 - 218.

______.Pedagogias da Sexualidade. In:______. (Org.). O Corpo Educado, Pedagogias da Sexualidade. 2. Ed., Belo Horizonte. Editora Autêntica, 2000, p. 07-26.

______. Pensar a Sexualidade na Contemporaneidade. In: PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência de Educação. Departamento da Diversidade. Núcleo de Gênero e Diversidade Sexual. Curitiba-SEED-PR, 2009, p. 29-36.

______. Um Corpo Estranho - Ensaios sobre Sexualidade e Teoria Queer. 2. Ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

_______. Currículo, Gênero e Sexualidade - O "normal", o "diferente" e o "excêntrico". In: LOURO, Guacira Lopes; NECKEL, Jane Felipe; GOELLNER, Silvana Vilodre (Orgs.). Corpo, Gênero e Sexualidade: Um Debate Contemporâneo na Educação. Petrópolis, RJ, Vozes, 2013, p. 67-82.

MOITA, Lopes Luiz Paulo da. Identidades Fragmentadas: a Construção Discursiva de Raça, Gênero e Sexualidade em Sala de Aula. Campinas, SP. Mercado de Letras, 2002.

_______; FABRÍCIO, Branca Falabella. Discursos e Vertigens: Identidades em Xeque em Narrativas Contemporâneas. Veredas. Rev. Linguítica. Juíz de Fora. V.6, n. 2. p. 11-29, Julho-Dezembro, 2002, UFRJ.

MELO, Glenda Cristina Valim de, ROCHA, Luciana e JÚNIOR, Paulo Melgaço da Silva, Raça, Gênero e Sexualidade Interrogando Professores(as): Perspectivas Queer sobre Formação Docente. Poiésis, Tubarão. v.7, n.12, p. 237-255. Junho-Dezembro, 2013, p. 238- 255.

_______; LOPES, Luiz Paulo da Moita. Ordens de Indexicalidade Mobilizadas nas Performances Discrusivas de um Garoto de Programa: Ser Negro e Homoerótico. Linguagem em (Dis)curso - LemD, Tubarão, SC, v. 14, n. 3. setembro-dezembro, 2014, p. 653-673

MELO, Glenda Cristina Valim de. O Lugar da Raça na Sala de Aula de Inglês. Revista da ABPN. v. 7. n.17. Julho-outubro, 2015, p. 65-81.

MISKOLCI, Richard. Teoria Queer: um Aprendizado pelas Diferenças. Belo Horizonte. Autêntica Editora. UFOP- Universidade Federal de Ouro Preto, 2012.

NELSON, Cynthia D. Narrativas Queer da vida em sala de aula: lições intrigantes par aos estudos da linguagem. In: FERREIRA, Aparecida de Jesus (Org.). Narrativas Autobiográficas de Identidade Sociais de Raça, Gênero, Sexualidade e Classe em Estudos da Linguagem. Campinas, SP: Pontes Editores, 2015, p. 235 - 258.

PARKER, Richard. Cultura, Economia Política e Construção Social da Sexualidade. In.: LOURO, Guacira Lopes (Org.). O Corpo Educado, pedagogias da Sexualidade. 2. Ed.. Belo Horizonte. Editora Autêntica, 2000, p. 92-112.

RYAN, Caitlin; DIXSON, Adrienne D. Repensar a Pedagogia para (re)centralizar Raça: Algumas Reflexões. In.: FERREIRA, Aparecida de Jesus (Org.). Narrativas Autobiográficas de Identidade Sociais de Raça, Gênero, Sexualidade e Classe em Estudos da Linguagem. Campinas, SP: Pontes Editores, 2015, p. 105- 126.

SANTOS, Marcelo Sousa. A Construção de Identidades no Livro Didático de Língua Estrangeira: uma perspectiva crítica. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada).Universidade de Brasília, Brasília, 2013.

SALEH, Pascoalina Bailon de Oliveira. Marcas Enunciativas nos Temas Transversais: O Volume Orientação Sexual. In: FERREIRA, Aparecida de Jesus; SILVA, Ione Jovino da; SALEH, Pascoalina Bailon de Oliveira (Orgs.). Um Olhar Interdisciplinar acerca de Identidades Sociais de Raça, Gênero e Sexualidade. Campinas, SP. Pontes Editores, 2014, p. 83- 102.

SALIH, Sara. Judith Butler e a Teoria Queer. Belo Horizonte, Autêntica, 2013.

SILVA, Tomaz Tadeu. A Produção Social da Identidade e da Diferença. In:_______. Identidade e Diferença: a Pesrspectiva dos Estudos Culturais. Petrópolis, RJ. Vozes, 2013, p. 73-102.

SILVA, Paulo Vinicius Baptista; TEIXEIRA Rozana; PACIFICO, Tânia Mara. Programas de Distribuição de Livros e Hierarquias Raciais: O que dizem os alunos negros/as. In.: FERREIRA, Aparecida de Jesus (Org.). As políticas do Livro Didático e Identidades Sociasi de Raça, Gênero, Sexualidade e Classe em Livros Didáticos. Campinas, SP. Pontes Editores, 2014, p. 23- 46.

SILVA, Sérgio Luiz Baptista da. Sexualidade na Escola: Quem uer e pode falar sobre isso? In.: FERREIRA, Aparecida de Jesus; SILVA, Ione Jovino da; SALEH, Pascoalina Bailon de Oliveira (Orgs.) Um Olhar Interdisciplinar acerca de Identidades Sociais de Raça, Gênero e Sexualidade. Campinas, SP. Pontes Editores, 2014, p. 83- 102.

SCOTT, Joan Wallach. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educação e Realidade. Porto Alegre, vol. 20, n 2, julho/dezembro 1995, p. 71 - 99.

TILIO, Rogério. A Construção Social de Gênero e Sexualidade em Livros Didáticos de Inglês: que Vozes Circulam? In: FERREIRA, Aparecida de Jesus, (Org.) Identidades Sociais de Raça, Etnia, Gênero e Sexualidade: práticas pedagógicas em sala de aula de línguas e formação de professores/as. Campinas, SP. Pontes Editora, 2012, p. 121 - 143.

TOLEDO, Lívia Gonsalves. “Será que eu tô gostando de mulher?”: tecnologias de normatização e exclusão da dissidência erótica feminina no interior paulista. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Assis, 2013.

URZÊDA-FREITAS, Marco Túlio. Pedagogia como transgressão: Problematizando a Experiência de Professores/as de Inglês com o Ensino Crítico de Línguas. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Letras, 2012.

WEEKS, Jeffrey. O Corpo e a Sexualidade. In: LOURO, Guacira Lopes, (Org). O Corpo Educado, Pedagogias da Sexualidade. 2. Ed., Belo Horizonte, Editora Autêntica, 2000.

p. 27 - 63.

WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In: SILVA, Tomaz Tadeu da. (Org.) Identidade e diferença: a Perspectiva dos Estudos Culturais. 13. Ed.. Petrópolis, RJ. Vozes, 2013. p. 07 - 72.

Downloads

Publicado

2018-08-21