Análise de discurso crítica e filosofia da meta-realidade: reflexões sobre ética e identidades

Autores

  • Viviane Vieira vivi@unb.br
    Universidade de Brasília/Programa de Pós-Graduação em Linguística (UnB/PPGL).
  • Juliana de Freitas Dias ju.freitas.d@gmail.com
    Universidade de Brasília/Programa de Pós-Graduação em Linguística (UnB/PPGL). Doutora em Linguística/Área Linguagem e Sociedade

Palavras-chave:

Palavras-Chave, Discurso, identidades, meta-Realidade.

Resumo

Com base em princípios da Análise de Discurso Crítica em leituras latino-americanas, neste artigo levantamos reflexões sobre limites, alcances e possibilidades dos estudos críticos do discurso, bem como dos desdobramentos científicos do Realismo Crítico, denominados por Bhaskar como Filosofia da meta-Realidade, para abordar a questão premente do malestar social e individual nos tempos-espaços atuais de exploração capitalista. Para tanto, refletimos sobre a compreensão de discurso como prática social, passando por princípios da meta-Realidade e a autoestruturação do ser. Também estabelecemos um paralelo com contribuições da Psicologia transpessoal e da Antroposofia, e sua visão holística da vida e dos nossos problemas sociais, em nossa busca inicial por transcender a centralização meramente estrutural e econômica no debate sobre mudanças sociais e discursivas, para, enfim, atermo-nos à ênfase nas questões identitárias nos estudos críticos do discurso. A discussão nos aponta a urgência de discutir questões éticas e humanitárias, ou seja, do ser no mundo, que envolvem o cuidado e o respeito consigo, com outrem, com o universo como um todo, vislumbrando um mundo que faça sentido para todos nós, de paz, união, respeito, cuidado e cooperação, em vez de competição.

Palavras-Chave: Discurso, identidades, meta-Realidade.

Biografia do Autor

Viviane Vieira, Universidade de Brasília/Programa de Pós-Graduação em Linguística (UnB/PPGL).

Docente e pesquisadora da Universidade de Brasília/Programa de Pós-Graduação em Linguística
(UnB/PPGL). Doutora em Linguística/Área Linguagem e Sociedade, pela UnB. E-mail: vivi@unb.br

Juliana de Freitas Dias, Universidade de Brasília/Programa de Pós-Graduação em Linguística (UnB/PPGL). Doutora em Linguística/Área Linguagem e Sociedade

Docente e pesquisadora da Universidade de Brasília/Programa de Pós-Graduação em
Linguística (UnB/PPGL). Doutora em Linguística/Área Linguagem e Sociedade, pela UnB.
E-mail: ju.freitas.d@gmail.com

Referências

BARROS, S. M. Realismo crítico e emancipação humana: contribuições ontológicas eepistemológicas para os estudos críticos do discurso. Campinas: Pontes, 2015.

BHASKAR, R. Philosophy and scientific realism. In: ARCHER, M.; BHASKAR, R; COLLIER, A.; LAWSON, T. & NORRIE, A. (Ed.). Critical realism: essential readings. London; New York: Routledge, 1998, p. 16-47.

BHASKAR, R. Reflections on Meta-Reality: transcendence, emancipation and everyday

life. London/New York: Routledge, 2012.

BHASKAR, R. From science to emancipation. Alienation and the actuality of Enlightenment.

Sage Publications: New Delhi/London, 2002.

CAPRA, F. O ponto de mutação: a ciência, a sociedade e a cultura emergente. Trad. Álvaro Cabral. São Paulo. Cultrix, 2004[1982].

CASTELLS, M. O poder da identidade. Trad. Klauss B. Gerhardt. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

CHOULIARAKI, L. e FAIRCLOUGH, N. Discourse in late modernity: rethinking Critical Discourse Analysis. Edinburgh: Edinburgh University, 1999.

DIAS, J. A linguagem do parto: discurso, corpo, identidade. Coleção Linguagem e Sociedade, v. 10. Campinas: Pontes, 2015.

DIAS, J. Analistas de discurso e sua prática teórica e metodológica. Cadernos de Linguagem e Sociedade, v. 12 (2),2011, p. 213-246.

DIAS, J. O renascimento do parto: discurso e identidade. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Linguística. Universidade de Brasília, 2007.

DUSSEL, Enrique. La filosofía europea no es universal. Elespectador. Disponível em http://www.elespectador.com/noticias/actualidad/filosofiaeuropeanouniversalarticulo552386. 3 de abril de 2015. Acesso em 07 de abril de 2015.

FAIRCLOUGH, N. Analysing discourse: textual analysis for social research. London; New York: Routledge, 2003.

FOUCAULT, Michel. What is enlightenment? In: RABINOW, P. (Ed.). Michel Foucault: essential works, v. 1, Ethics. Harmondsworth: Penguin, 1994, p. 303-319.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade 2: o uso dos prazeres. Trad. Maria Thereza da Costa Albuquerque. Rio de Janeiro, Graal, 2010[1984].

GIDDENS, A. Modernidade e identidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

GUÉNON, R. Os símbolos da Ciência Sagrada. São Paulo: Irget, 2010.

HARDT, M. & NEGRI, A. Império. Trad. Berilo Vargas. Rio de Janeiro: Record, 2004.

RAMALHO, V. e RESENDE, V. M. Análise de discurso (para a) crítica: o texto como material de pesquisa. Campinas: Pontes, 2011.

RAMALHO, Viviane. ‘Viva sem menstruar’: representações da saúde na mídia. In: SATO, D. & BATISTA JÚNIOR J. R. (Org.). Contribuições da Análise de Discurso Crítica no Brasil: umahomenagem à Izabel Magalhães. Campinas: Pontes, 2013, p. 231-255.

RESENDE, V. Análise de discurso crítica e realismo crítico. Implicações interdisciplinares. Campinas: Pontes, 2009.

RESENDE, V. M. e RAMALHO, V. Análise de Discurso Crítica. São Paulo: Contexto, 2006.

ROSENDO, D. Sensível ao cuidado: uma perspectiva ética ecofeminista. Curitiba: Prismas, 2015.

SAYER, Andrew. Características-chave do Realismo Crítico na prática: um breve resumo. Estudos de Sociologia. Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE, v. 6, n. 2, jul./dez., 2000, p. 7-32.

SILVA, D. E. G. da e VIEIRA, J. (Org.) Análise do discurso. Percursos teóricos e metodológicos. UnB: Brasília, 2002.

STEINER, Rudolf. A questão pedagógica como questão social. São Paulo: Antroposófica. FEWB. 2009[1919].

STEINER, Rudolf. Os pontos centrais da questão social: aspectos econômicos, políticojurídicos e espirituais da vida em sociedade. São Paulo: Antroposófica. 2011[1919].

THOMPSON, John B. Ideologia e cultura moderna: teoria social crítica na era dos meios de comunicação de massa. Trad. (Coord.) Pedrinho A. Guareschi. Petrópolis: Vozes, 2002.

WEIL, Pierre; LELOUP Jean-Yves & CREMA, Roberto. Normose: a patologia da normalidade.Petrópolis: Vozes, 2012.

Downloads

Publicado

2016-07-01

Como Citar

VIEIRA, V.; DIAS, J. de F. Análise de discurso crítica e filosofia da meta-realidade: reflexões sobre ética e identidades. Polifonia, [S. l.], v. 23, n. 33, p. 51–69, 2016. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/polifonia/article/view/3862. Acesso em: 23 maio. 2024.