LITERATURA INFANTOJUVENIL, MULHERES E EDUCAÇÃO NO BRASIL DO SÉCULO XIX

Autores

  • Simone Cristina Mendonça simo1572@yahoo.com.br

Resumo

O século XIX, período de grande desenvolvimento para a Literatura no Brasil, também foi um momento de publicações de livros para as crianças, destinados ou não ao uso escolar, com destaque para aqueles escritos por mulheres. A leitura de textos teóricos sobre o assunto nos auxilia a entender a relação entre as crianças, a escola e as mulheres, compreendendo a literatura infantojuvenil da época como local de afirmação de valores morais e patrióticos, mas também como uma oportunidade para a escrita de autoria feminina, ainda que submetida aos padrões patriarcais vigentes. São reflexões em torno dessa relação e de seus desdobramentos que apresentaremos neste artigo.
PALAVRAS-CHAVE: literatura e educação, literatura infantojuvenil, mulher e literatura

Biografia do Autor

Simone Cristina Mendonça

Professora de Estudos Literários na UNIFESSPA - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, onde coordena o grupo de estudos e o projeto de pesquisa “Mulheres na literatura brasileira do séc. XIX”, desde 2013. A partir de agosto de 2014, o projeto passou a contar com o apoio do CNPq, sob forma de bolsa de iniciação científica para as alunas Ana Célia de Brito Santos e Fabiana Gonçalves Farias. Este artigo resulta, em parte, das leituras e discussões feitas no grupo de estudos, juntamente com as bolsistas, às quais a autora agradece.

Downloads

Publicado

2015-03-10

Como Citar

MENDONÇA, S. C. LITERATURA INFANTOJUVENIL, MULHERES E EDUCAÇÃO NO BRASIL DO SÉCULO XIX. Polifonia, [S. l.], v. 21, n. 30, 2015. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/polifonia/article/view/2312. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê