O amor cortês

A fidelidade e a infidelidade

Autores

  • Adriana Carolina Hipólito de Assis adricarolbas@gmail.com
    Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

As usinas medievais buscam canalizar e ao mesmo tempo alimentar os desejos com intenção de regulamentar a violência dos anos mil com acordos de paz.  O casamento, a fidelidade, assim como a oficialidade tornaram-se mecanismos de defesa para manutenção do poder e da propriedade feudal. A normatização das relações de fidelidade ou de infidelidade passam a existir nas canções de gesta e nas canções populares, pícaras que, geralmente, desmascaram as relações de fidelidade amorosa e a hipocrisia oficial. O amor trovadoresco é objeto de grande parte dos ensaios de Octavio Paz. Para o poeta mexicano o amor cortês é a grande musa dos poemas e das narrativas mundiais, pois revelam o pathos das tragédias, o sofrimento amoroso sublimado nas canções, nos poemas e nas narrativas derivadas dessa estética. O amor cortês é também debatido por Jacques Lacan que se propõe a rever o amor como espelhamento, como loucura e repressão.

Referências

ANONIMO. La vida Lazarillo de Tormes y de sus fortunas y adversidades. Huemul, Buenos Aires, 1972.

CAMPOS, Augusto; Haroldo de. Traduzir & Trovar (poetas dos séculos XII a XVII), SP: Papyrus, 1968.

CAPELÃO, André. Tratado do Amor Cortês. SP: Martins Fontes, 2000.

FERREIRA, Nadiá P. A teoria do Amor na Psicanálise. IN: Ainda o amor, RJ: Zahar, 2004.

GARCIA-ROZA, Luiz Alfredo. Freud e o Inconsciente. RJ: ZAHAR, 1985.

GONZÁLEZ, Mario. A saga do Anti-Herói. São Paulo: Nova Alexandria, 1994.

________. O romance Picaresco. SP: Ática, 1988.

JIMÉNEZ, Antonio. Picardia Mexicana. México, Libro Mex. Editores, 1960.

KOJÈVE, Alexandre. Introdução à leitura de Hegel. RJ: Contraponto, 2014.

LACAN, Jacques. O Seminário livro 3 – As psicoses. RJ: Zahar, 2010.

________. O Seminário livro 4 – A relação de objeto. RJ: Zahar, 1995.

________. O Seminário livro 7 – A ética da psicanálise. RJ: Zahar, 1988a.

________ O Seminário livro 11 – Os quatro conceitos fundamentais da psicanálise. RJ: Zahar, 1988b.

LACAN, Jacques. O Seminário livro 20 – Mais, ainda. RJ: Zahar, 2008.

LE GOFF, Jacques. As raízes medievais da Europa. Petrópolis/RJ: Vozes, 2007.

MÁRQUEZ, Gabriel Garcia. El amor en los tiempos del cólera. Buenos Aires, Debolsilio, 2009.

NELLI, René. L’Érotique des Troubadours. Toulouse: Édouard Privat, 1963.

OVÍDIO. (Trad. Dúnia Marinho da Silva) A Arte de Amar. Porto Alegre: L&PM, 2013.

PAZ, Octavio. Ideas y Costumbres II Usos y símbolos. Obras Completas, México: Fondo de Cultura Económica, 1996.

________. Marcel Duchamp o el Castillo de la Pureza. México: Era, 1968.

________. La llama doble: amor y erotismo. Barcelona: Seix Barral, 1994.

PETRÔNIO, Satiricon- Mestres Pensadores. SP: Ediouro, S/D.

PLATÃO. (Trad. e posfácio José Cavalcante de Souza), O Banquete. São Paulo: Editora 34, 2016.

ROSENFIELD, Katharina Holzermayr. História e o conceito na Literatura Medieval – Problemas de Estética. SP: Brasiliense, 1986.

SCHIMITT, Jean-Claude. O corpo das imagens. Ensaios sobre a cultura visual na Idade Média. SP: EDUSP, 2007.

Downloads

Publicado

2022-04-25

Como Citar

ASSIS, A. C. H. de . O amor cortês: A fidelidade e a infidelidade. Polifonia, [S. l.], v. 28, n. 52, p. 138–151, 2022. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/polifonia/article/view/13714. Acesso em: 19 jun. 2024.