Apresentação

Autores

  • Márcio Evaristo Beltrão marcioevaristobeltrao@hotmail.com
    Universidade Federal de Mato Grosso
  • Antonio Henrique Coutelo de Moraes polifoniapa@gmail.com
    Universidade Católica de Pernambuco
  • Hélvio Frank helviofrank@hotmail.com
    Universidade Estadual de Goiás

Resumo

A decolonialidade é uma perspectiva geo-onto-política e epistêmica de conduta humana voltada a tentativas de pluralizar ou de re/criar modos de perceber, compreender, refletir e agir sobre a vida social, a partir da tensão com as visões e versões únicas de mundo historicamente promulgadas com a eventualidade do colonialismo e que, ainda hoje, dispõem de elementos coloniais como herança, com vistas a ameaçar a diversidade ao impedir a legitimação da diferença e a concorrência de outras verdades em disputa, tudo em prol da manutenção do modelo único de conhecer, experienciar, viver, existir, entre outros, fundado a partir da noção da Europa como centro e referência. É, por essa razão, uma opção que busca trazer o nunca falado e/ou nunca pensado como possibilidades relativas de existência, de soma e/ou de concorrência, e, consequentemente, cooperar para a expansão do relativismo cultural.

Downloads

Publicado

2022-04-25

Como Citar

BELTRÃO, M. E. .; COUTELO DE MORAES, A. H. .; FRANK, H. . Apresentação . Polifonia, [S. l.], v. 28, n. 52, p. 6–10, 2022. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/polifonia/article/view/13703. Acesso em: 19 jun. 2024.

Edição

Seção

Apresentação