CONTAR E RECORTAR A TRAIÇÃO DE RITA HAYWORTH

Autores

  • Leonardo Francisco Soares Universidade Federal de Uberlândia

Palavras-chave:

Manuel Puig, A traição de Rita Hayworth, Contar e Recortar

Resumo

Neste ensaio, leio o primeiro romance de Manuel Puig, A traição de Rita Hayworth, publicado em 1968, destacando o movimento de contar e recortar filmes, que será recorrente na trajetória ficcional do escritor argentino. Enfatizo o caráter potente desse artifício na construção de um projeto romanesco alinhado com a literatura moderna, ao mesmo tempo em que captura um universo tido como alienante e extraliterário, advindo dos filmes de Hollywood, folhetins, radionovelas, tangos, boleros, etc. Tal fricção entre a sofisticação do romance moderno com os artefatos da indústria cultural, ao mesmo tempo, convoca um novo olhar para as relações entre a literatura e o cinema.

Downloads

Publicado

2021-06-10