O patrimônio arquitetônico francês, a modernidade e o romance Notre Dame de Paris de Victor Hugo

Autores

  • Sidney Barbosa

Resumo

O artigo levanta alguns aspectos da modernidade presentes em Notre Dame de Paris de Victor Hugo, reflete sobre a cidade de Paris em 1930, época da escritura e publicação do romance, bem como sobre o processo de renovação arquitetônica proposto e executado, mais tarde, por Napoleão III e seu célebre arquiteto Haussmann, a partir de 1851. A conclusão é pela valorização do autor, devido a sua acuidade temática e artística e pela afirmação do gênero romance como importante manifestação da modernidade.

Downloads

Publicado

2003-03-01

Edição

Seção

Dossiê