A literatura exofônica de Yoko Tawada: uma literatura em constante movimento

Autores

Resumo

Neste artigo, a partir da escrita e das reflexões de Yoko Tawada bem como de reflexões teóricas de outros autores, discutimos a literatura produzida por escritores fora do seu lugar ‒ e da sua língua ‒ de origem. Trata-se de uma literatura que reclama novos espaços e redefinições de conceitos: uma literatura exofônica, sem morada fixa, em constante movimento e que, portanto, não se deixa confinar a um espaço único bem como não se deixa caracterizar como literatura de migração ‒ conceito ainda utilizado e muito discutido na história da literatura contemporânea. Autores exofônicos desempenham um papel cada vez mais importante na literatura contemporânea, como é o caso de Yoko Tawada, autora nipo-germânica, cuja escrita está em constante movimento entre a língua alemã e a japonesa. Em grande parte de suas obras, Yoko Tawada reflete sobre a exofonia e as fronteiras da língua, levando a novas percepções sobre essa literatura em movimento. Uma análise literário-científica dessas obras deve basear-se em teorias que levem em conta essas tendências e transcendam as fronteiras metodológicas das teorias literárias nacionais – o que pretendemos realizar neste artigo.

Biografia do Autor

Cláudia´ Pavan, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Doutoranda em Letras (Sociolinguística) pela UFRGS. Mestre em Letras, pela mesma universidade.

O artigo submetido resulta de projeto de pesquisa Yoko Tawada - autora japonesa na literatura alemã. A literatura exofônica e sem morada fixa. Tendências das novas literaturas do mundo, coordenado pelo Prof. Dr. Gerson Neumann, e é financiado pela CAPES.

Gerson Neumann

Professor Associado de Literatura e Língua Alemã na Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS. Presidente da Associação Brasileira de Literatura Comparada - ABRALIC - Biênio 2020-2021. Mestrado em Letras (Ciência da Literatura - Literatura Comparada) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2000) e Doutorado em Ciências da Literatura pela Freie Universität Berlin - FU-Berlin (2004) com bolsa DAAD.

Coordenador do projeto Yoko Tawada - autora japonesa na literatura alemã. A literatura exofônica e sem morada fixa. Tendências das novas literaturas do mundo.

Publicado

2020-10-05