ESTUDO ETNOBOTÂNICO EM UMA ÁREA DE CERRADO NO MUNICÍPIO DE ACORIZAL, MATO GROSSO

Autores

  • Germano Guarim Neto UFMT
  • Maria Corette Pasa UFMT

Resumo

 

 

RESUMO - (Estudo etnobotânico em uma área de cerrado no município de Acorizal, Mato Grosso). São apresentados os resultados do estudo etnobotânico realizado em uma área de 1,5ha de cerrado no município de Acorizal, Mato Grosso, envolvendo os recursos vegetais presentes na amostragem e suas diferentes utilizações pela população. Entre as formas de uso dos recursos vegetais catalogados, situam-se as plantas com potencialidades medicinal, ornamental e madeireira; aquelas com frutos comestíveis; as de utilidade doméstica e mesmo com indicação ictiotóxica. Entre as 71 espécies, Hymenaea stigonocarpa Mart. e Guazuma ulmifolia Lam., conhecidas respectivamente por "jatobá" e "chico-magro", têm uma maior utilização, sendo importantes na composição florística da área estudada e como fonte de recursos.

Palavras-chave -

 

Etnobotânica, cerrado, Mato Grosso, Brasil.

Biografia do Autor

Germano Guarim Neto, UFMT

UFMT

Maria Corette Pasa, UFMT

UFMT

Downloads