O CONHECIMENTO DAS POPULAÇÕES TRADICIONAIS AMAZÔNICAS NO DEBATE ACERCA DO RECONHECIMENTO E DA IDENTIDADE

Autores

  • GUILHERME BEMERGUY CHÊNE NETO UFPA
  • DENISE MACHADO CARDOSO UFPA

Resumo

RESUMO: Este artigo discutirá a relação entre os conhecimentos das populações tradicionais amazônicas à luz do debate de reconhecimento e identidades, através do diálogo com Charles Taylor. Verificou-se que o status de conhecimento tradicional ao conhecimento oriundo de populações tradicionais é uma forma de inferiorizar seu sistema cognitivo, fazendo com que a justiça social não seja efetivada. Há a necessidade de políticas de reconhecimento desses saberes, de modo a tirá-los do caráter de subalternizados pelos sistemas hegemônicos oficiais.

PALAVRAS-CHAVE: Conhecimentos tradicionais. Política de Reconhecimento. Charles Taylor.

Biografia do Autor

GUILHERME BEMERGUY CHÊNE NETO, UFPA

UFPA

DENISE MACHADO CARDOSO, UFPA

UFPA

Downloads

Publicado

2020-05-12