UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO SOBRE A Ruta graveolens L. (RUTACEAE)

Autores

  • Felipe Augusto Marques de Freitas
  • Renato Abreu Lima

Resumo

A arruda (Ruta graveolens L.), também conhecida como erva das bruxas é uma planta herbácea perene, com folhas e flores relativamente pequenas, de uma cor amarela esverdeada, com um aroma muito intenso e desagradável para a maioria das pessoas. A sua utilização como planta medicinal é evidenciada há tempos pré-históricos. Com indicações terapêuticas em distúrbios menstruais, na insuficiência venosa e em inflamações cutâneas sob a forma de infusão por via oral, e no combate de pragas como moscas e piolhos. O objetivo deste trabalho foi analisar as utilizações da arruda no contexto empírico, sistematizados em trabalhos publicados entre os últimos 10 anos. Para a obtenção dos dados foi feito uma busca nos periódicos da CAPES, classificando trabalhos que discutissem acerca da Ruta graveolens L. no seu mais variado uso.  A análise dos dados revelou uma grande e diversificada forma de utilização da mesma, entre os quais o uso por meio de rezas, em prol da cura de males, doenças da alma, e questões voltadas para inflamações do trato respiratório. Como isso, a referida planta foi citada nos artigos analisados, por ser muito usada na medicina popular. De acordo com a pesquisa, a mesma possui propriedades farmacológicas, antibacteriana, cicatrizante, anti-inflamatória. Popularmente utilizada no uso afins de curas de doenças populares. Tornando-se uma pesquisa interessante, visto que através dos estudos de culturas, costumes e práticas cotidianamente pode ser feita novas descobertas e que a comprovação desses conhecimentos populares trazidos de antigas gerações até os dias atuais pode ser ampliada a fins científicos na produção de novos fármacos.

Biografia do Autor

Felipe Augusto Marques de Freitas

Discente do Curso de licenciatura plena em Ciências: Biologia e Química do Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente (IEAA), Humaitá-AM, Brasil.

Renato Abreu Lima

Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PPGCA) do Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente (IEAA) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Humaitá-AM, Brasil.

Downloads

Publicado

2021-09-15