Uso de serragem de diferentes espécies florestais no processo de compactação

Authors

  • Eduardo Schneid Universidade Federal de Mato Grosso

DOI:

10.34062/afs.v7i4.10808

Keywords:

biomassa, fontes energéticas, densificação

Abstract

A serragem, resíduo advindo do desdobro de toras, torna-se uma alternativa viável para a geração de energia renovável. O objetivo da pesquisa é mensurar as propriedades tecnológicas da serragem compactada, avaliando o efeito da mistura de serragens oriunda de diferentes espécies na qualidade final do produto compactado para uso como combustível. Para isso, foi utilizado serragem de quatro espécies florestais para confecção de 30 corpos de prova compactados para cada tratamento. Os tratamentos T1, T2, T3 e T4 são compostos por serragem de cada espécie e o T5 é composto a partir da mistura das serragens. Foram realizados testes para mensurar as propriedades físicas, mecânicas, químicas e energéticas. Os dados foram submetidos a ANOVA e à análise de correlação de Pearson entre algumas propriedades. Para as propriedades físicas, os valores médios de Da (densidade aparente) dos corpos de prova compactados para cada tratamento apresentaram diferenças estatísticas significativas, exceto entre os tratamentos T1 e T5, sendo que o tratamento T5 apresentou maior valor. Nas propriedades mecânicas, todos os tratamentos podem ser classificados como muito pouco friável. Quanto as propriedades energéticas, a média da DE (densidade energética) entre os tratamentos foi de 3,90 Gcal.m-3. As correlações estatisticamente significativas foram entre Dg (densidade a granel) e PCS (poder calorifico superior) e entre RTCD (resistência a tração) e dureza Rockwell. A partir dos resultados, conclui-se que a mistura da serragem de diferentes espécies (T5) apresentou qualidade final satisfatória, sendo viável a utilização da mistura para produção de combustível sólido compactado.

Published

2021-01-13