DESEMPREGO E CRIME: UMA ANÁLISE TEMPORAL PARA A REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE

Anyuska Amaral Santiago, Gabriel Sallum Pentagna Guimarães

Resumo


Há inúmeros trabalhos que relacionam o desemprego, a desigualdade e a segurança pública como fatores que influenciam a taxa de criminalidade. Entretanto, são poucas as contribuições que se preocupam com erros de  especificação ocasionados por variáveis omitidas ou endógenas. Evitando estes problemas, este trabalho analisa a relação entre o desemprego e a criminalidade da Região Metropolitana de Porto Alegre utilizando dados de 2002 a 2017 através do Modelo de Componentes Não Observados. Os resultados mostram que há uma relação positiva robusta entre desemprego e a taxa de roubos, sendo muito mais forte para homens do que para mulheres. Além disso, o desemprego entre os mais jovens está relacionado positivamente tanto com as taxas de roubo quanto de furto. Por outro lado, crimes violentos e crimes relacionados às drogas não foram impactados pelo desemprego.


Palavras-chave


Desemprego; Taxa de criminalidade; Modelo de componentes não observados.

Texto completo:

HTML PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19093/res7158

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Este periódico está indexado nas bases: 

    

 

Revista de Estudos Sociais

Universidade Federal de Mato Grosso/Cuiabá-MT/Brasil

Faculdade de Economia

Boa Esperança, Cuiabá-MT. CEP: 78.060-900

Telefone:(65)3615.8522 – RAMAL:203

Email: ufmt.fe.res@gmail.com