Qualidade Química na Compostagem de Resíduos Urbanos com Inoculação Biológica

Egon Nord

Resumo


A compostagem é um processo eficiente para estabilização dos resíduos orgânicos que pode ser melhorada com o uso de inoculantes biológicos para uso na agricultura orgânica. Objetivou-se avaliar o efeito de um inoculante biológico na qualidade química de composto orgânico produzido com alguns resíduos urbanos. No experimento de compostagem utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2x2, sendo dois resíduos de alta relação C:N (bagaço de cana e folhas de varrição) e dois níveis de inoculação (com e sem). Foram avaliados teores de macro e micronutrientes, C, pH e a demanda química de oxigênio nos compostos produzidos. A temperatura e a demanda química de oxigênio (DQO) foram os melhores indicadores do processo de compostagem dos materiais testados. Para as condições deste estudo, o inoculante biológico testado não alterou os teores de macro e micronutrientes e não acelerou o processo de compostagem. Conclui-se que há ampla possibilidade de transformação de resíduos orgânicos urbanos em insumos agrícolas, através da aplicação de tecnologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Este periódico está indexado nas bases: 

    

 

Revista de Estudos Sociais

Universidade Federal de Mato Grosso/Cuiabá-MT/Brasil

Faculdade de Economia

Boa Esperança, Cuiabá-MT. CEP: 78.060-900

Telefone:(65)3615.8522 – RAMAL:203

Email: ufmt.fe.res@gmail.com