[1]
G. B. Cardoso, “Batismo de sangue: um passado sombrio”, Panorâmica, vol. 28, nº 2, dez. 2019.