https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/eng/issue/feed E&S Engineering and Science 2023-12-18T21:06:43+00:00 Ivan Julio Apolonio Callejas ivancallejas1973@gmail.com Open Journal Systems <p>Revista ES Engineering and Science é um jornal de publicações eletrônicas vinculada ao departamento da Faculdade de Arquitetura, Engenharia e Tecnologia – FAET da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT, para a divulgação de trabalhos científicos em línguas portuguesa, inglesa e espanhola, nas áreas de engenharias, tendo periodicidade quadrimestral.</p> <p>Para maior visibilidade, a revista conta com DOI (Digital Object Identifier) que se situa catalogada no Crossref. Além disso, está inserida na base de dados Google Acadêmico, Sumários.org, DOAJ, Latindex, REDIB, e DIADORIM. Ademais, futuras indexações se encontram em processo de implementação com intuído de divulgar o conteúdo da revista, promovendo maior abrangência para os trabalhos nela publicados.</p> <p> </p> <p><strong>QUALIS 2013 - 2016:</strong> B5 Engenharia I / B5 Engenharia III / B5 Ciências Ambientais / B5 Ciências Agrárias I.</p> <p><strong>QUALIS 2017 - 2020</strong>: B2 Engenharia I / B2 Ciências Ambientais / / B2 Ciências Agrárias I / B2 Biotecnologia / B2 Biodiversidade / B2 Arquitetura Urbanismo e Design / B2 Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo.</p> <p><strong>ISSN: </strong>2358-5390</p> https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/eng/article/view/15072 Análise das Características Técnicas do Aeroporto General Leite de Castro 2023-04-23T15:28:48+00:00 Wallery Keppk Toledo wallerytoledo@gmail.com Philippe Barbosa Silva philippe.silva@ifgoiano.edu.br <p>O presente artigo tem como intuito analisar as características atuais do aeroporto General Leite de Castro, tendo em vista os parâmetros analisados em estudos anteriores realizados pelo Laboratório de Transportes e Logística da UFSC (LabTrans). Para avaliação do Terminal de Passageiros e da Pista de Pouso e Decolagem foram necessárias visitas ao aeroporto, entrevistas, análises via Google Earth e consulta de materiais disponíveis na internet. Foi observado que o Terminal de Passageiros (TPS) passou a ter o nível de serviço superdimensionado para a maioria dos parâmetros estudados, quando comparado ao estudo anterior, o nível de serviço hoje encontra-se mais perto do ideal, o que traz mais conforto e maior satisfação para os passageiros que utilizam o aeroporto, além de garantir o atendimento da demanda com o crescimento do aeroporto. Já a pista de pouso e decolagem (PPD) não sofreu grandes mudanças, com uma pequena redução no seu comprimento e melhoria em sua sinalização, com instalação do sistema de ajuda visual à navegação aérea tipo PAPI (<em>Precision Approach Path Indicator</em>), sinalização vertical e marcações em tinta no asfalto. As dimensões da pista têm atendido a demanda atual, no entanto, restringe o pouso de aeronaves maiores e por consequência, o crescimento do aeroporto. É necessário que novos estudos sejam feitos para determinar a real necessidade de ampliação da pista e de que forma isso deve ser feito, além de uma verificação do grau de satisfação do passageiro com a situação.</p> 2023-12-18T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2023 Wallery Keppk Toledo, Philippe Barbosa Silva https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/eng/article/view/16186 Tijolos de adobe de solo-cimento com adição de resíduo de serragem de madeira 2023-09-11T14:47:10+00:00 Kamila Oliveira Barroso ka_oliveira98@hotmail.com Fernanda Gabriela Cardoso Alves Novato fernandagabriela1997@gmail.com Raul Ferreira raullobato@ufmt.br <p>A degradação e os impactos ambientais causados pela indústria da construção civil (ICC) são observados em todas as fases de seu processo produtivo. Nesse contexto, tem-se buscado alternativas para reduzir o consumo acelerado de recursos naturais, os danos ambientais, o alto consumo de energia na fabricação de materiais e os custos dos produtos finais, como o desenvolvimento de técnicas construtivas e materiais sustentáveis. Dentro desse contexto, destaca-se o reaproveitamento dos resíduos gerados pela própria indústria da construção civil, de agronegócio e outros setores. O resgaste da terra crua para produção de blocos de solo estabilizado é uma das possibilidades de reutilização desses materiais e desenvolvimento sustentável da ICC. Este estudo teve como objetivo verificar a viabilidade da incorporação de serragem de madeira em matriz de solo-cimento para a fabricação de tijolos de adobe, com enfoque em apresentar materiais de construção alternativos e de baixo impacto ambiental. Para isso, foram realizadas análises de resistência à compressão simples, capacidade de absorção de água e retração dos blocos para o período de cura de 7 dias. Os blocos fabricados com a adição de serragem de madeira apresentaram adequado desempenho no que se refere à retração.</p> 2023-12-18T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2023 Kamila Oliveira Barroso, Fernanda Gabriela Cardoso Alves Novato, Raul Ferreira https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/eng/article/view/15606 Estudo e avaliação dos riscos em um laboratório de celulose e papel 2023-09-11T21:22:15+00:00 Elaine Cristina Lengowski elainelengowski@gmail.com Eraldo Antonio Bonfatti Junior bonfattieraldo@gmail.com Daniel Ippolito Pelufo pelufodaniel@gmail.com.br <p>A segurança no trabalho tem sido um tema de importância crescente no desempenho de funções de setores produtivos, visto que, compreender os riscos e demandas por segurança e saúde geram um ambiente de trabalho de qualidade. Entre as atividades desempenhadas por docentes e técnicos administrativos das instituições de ensino superior público, está a operação e coordenação de laboratórios de pesquisa. Este trabalho tem por objetivo elaborar diretrizes para implantação de um sistema de saúde e segurança do trabalho voltado para reativação e condução das atividades no laboratório de celulose e papel e biorrefinarias da faculdade de engenharia florestal da Universidade Federal do Mato Grosso/ Brasil. Para isto, utilizou-se da metodologia da análise preliminar de risco (APR) com objetivo principal de identificar e propor medidas para eliminar ou controlar os possíveis riscos existentes nesse ambiente de trabalho. De forma geral foram encontrados 76 riscos nas atividades desenvolvidas por um laboratório de celulose e papel, dos quais 50 são riscos químicos, 13 são físicos, cinco são ergonômicos, sete são como risco de acidente e um biológico.</p> 2023-12-18T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2023 Elaine Cristina Lengowski, Eraldo Antonio Bonfatti Junior, Daniel Ippolito Pelufo https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/eng/article/view/15251 Ruído e espectro sonoro em unidade de terapia intensiva de um hospital na cidade de Sorocaba-SP 2023-05-19T16:07:12+00:00 Erik de Lima Andrade erik_andrade88@hotmail.com Eligelcy Augusta de Lima eligelcy.lima@unesp.br <p>O ruído é um problema que afeta hospitais a nível mundial, isso pode provocar efeitos negativos para pacientes e funcionários. Embora as Unidades de Terapia Intensiva (UTI) sejam mais sensíveis e tenham sido amplamente estudadas, poucos trabalhos se aprofundaram em dados fundamentais, como a análise do espectro de frequência. Portanto, o objetivo deste trabalho foi avaliar o conforto acústico dentro da UTI de um hospital público no município de Sorocaba-Sp. Foram realizadas medições sonoras em triplicata, durante 15 minutos cada, em diferentes dias da semana e nos períodos diurno e noturno. Utilizaram-se os descritores acústicos LAeq, LAmin e LAmax em dB, e o espectro de frequência foi analisado com filtro de 1/3 de oitava. Os resultados mostraram que os níveis sonoros médios, tanto durante o dia quanto a noite, estavam acima do nível recomendados pela Organização Mundial da Saúde e pela NBR 10152, esses foram superiores a 50 e 80 dB na curva de ponderação A, pois é a que mais se adequa a faixa auditiva humana. Em relação ao espectro de frequência, constatou-se que a faixa entre 500 a 1000 Hz tem maior influência nos níveis sonoros dentro da UTI. Esses resultados podem ser objeto para auxiliar na tomada de decisão dos gestores quanto à implantação de programas e protocolos para redução de ruído em UTIs.</p> 2023-12-18T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2023 Erik de Lima Andrade, Eligelcy Augusta de Lima https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/eng/article/view/15759 Análise do desempenho lumínico e térmico de apartamentos studio nos cenários climáticos atual e futuro na cidade de São Paulo 2023-11-29T14:22:07+00:00 Bianca Milani de Quadros bianca.milani@posgrad.ufsc.br Shaiane Gomes Viana shaiane@usp.br Samuel Bertrand Nazareth samuelnazareth@usp.br Pascual Ceriani cerianipascual@gmail.com Denise Helena Silva Duarte dhduarte@me.com <p>O adensamento e verticalização urbana impactam em transformações no desempenho das edificações. O presente artigo tem como objetivo avaliar o desempenho térmico e lumínico de apartamentos do tipo <em>studio</em> face à estimativa do aumento de temperatura do RCP8.5 para a cidade de São Paulo/SP. Para isto, foi realizado um estudo de caso em um edifício com apartamentos <em>studio</em> construído recentemente. Por meio dos softwares <em>Grasshopper</em> e <em>EnergyPlus,</em> foram simulados quatro cenários: o primeiro com a condição existente edificada considerando o clima atual, um segundo hipotético na condição verticalizada com clima atual, um terceiro com a condição existente considerando clima futuro e um último na condição verticalizada com clima futuro. A avaliação do desempenho térmico e lumínico tem como critério os parâmetros das normas LM-83-12 e NBR15.575. Os resultados demonstram que, apesar da verticalização, a iluminância dos ambientes internos em todos os apartamentos atende à norma LM-83-12 e atinge o nível de desempenho superior da norma NBR15.575. Com relação ao desempenho térmico, o sombreamento do entorno imediato sobre a edificação diminui o tempo de exposição da envoltória à radiação solar direta, resultando em uma redução da temperatura máxima no interior da edificação de 2,6°C. Apesar disto, a redução da temperatura máxima não foi suficiente para o atendimento do nível de desempenho térmico mínimo exigido pela NBR15.575. Destaca-se ainda que o efeito mais significativo da mudança climática ocorre pela elevação das temperaturas mínimas do ar interno nos <em>studios</em> analisados, com aumento de até 7ºC nos casos simulados com arquivo climático futuro.</p> 2023-12-18T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2023 Bianca Milani de Quadros, Shaiane Gomes Viana, Samuel Bertrand Nazareth, Pascual Ceriani, Denise Helena Silva Duarte https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/eng/article/view/15226 Geração de energia térmica por meio de fotobiorreator integrado em edifício comercial para aquecimento de água no clima subtropical úmido 2023-07-12T20:19:16+00:00 Matheus de Andrade Duarte matheusdeandradeduarte@gmail.com Raquel Diniz Oliveira raqueldiniz@cefetmg.br Frederico Romagnoli Silveira Lima fredericolima@cefetmg.br <p>Geração de energia por meio de fontes alternativas se apresenta como um desafio para o setor de construção civil. Fotobiorreatores de microalgas (FBRs) associados a fachada de edificações surgem como uma estratégia inovadora para geração de energia em prédios. Os FBRs podem produzir bioenergia a partir de biomassa. Nesse sentido, a temperatura desses sistemas é importante para a produção de biomassa. Os fotobiorreatores podem superaquecer e exigir resfriamento para sua operação. Técnicas são utilizadas para aproveitar calor excedente dos FBRs e utilizá-lo para as demandas da edificação. Assim, o presente estudo realizou um balanço de energia em um fotobiorreator associado a uma edificação sob clima Subtropical Úmido (Brasil) – na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais. Por meio da simulação termoenergético do prédio, foi obtido o perfil de temperatura anual do fotobiorreator. Os resultados indicaram que o fotobiorreator superaquece em relação à faixa de temperatura ideal para a produção de biomassa de microalgas. Uma proposta inicial para resfriar o FBR foi apresentada. A vazão volumétrica de 0,016 L s<sup>-1</sup> no FBR e a temperatura de entrada da cultura que entra pelo fotobiorreator variando de 20 a 24 °C poderiam resfriar o sistema. Os resultados aqui apresentados buscam oferecer uma alternativa inicial para o uso de fotobiorreatores em edificações em clima Subtropical Úmido. Além disso, o perfil de temperatura FBR anual obtido pode servir de base para trabalhos futuros.</p> 2023-12-18T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2023 Matheus de Andrade Duarte, Raquel Diniz Oliveira, Frederico Romagnoli Silveira Lima https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/eng/article/view/15788 Análise de componentes principais em dados agrícolas de produção de soja 2023-07-03T11:53:12+00:00 Rafael Queiroz rafaelqueiroz79@gmail.com Fabiane Silva fabianezte@gmail.com Kuang Hongyu prof.kuang@gmail.com <p>O agronegócio desempenha um papel fundamental na economia brasileira, contribuindo significativamente para o crescimento do país. Este artigo tem como objetivo realizar uma análise de dados do agronegócio utilizando a técnica de análise de componentes principais por meio da matriz de correlação, validando sua relevância para o setor e apresentar as possibilidades que o uso de técnicas estatísticas trás para a maximização de produção de soja na lavoura. As variáveis selecionadas para análise incluem: área, dose por hectare, quantidade consumo, área execução, dose real, valor, vazão, peso bruto, impureza e umidade, a técnica de análise de componentes principais foi aplicada para reduzir a dimensionalidade dos dados, identificar padrões subjacentes e investigar as relações entre as variáveis selecionadas. O critério de Kaiser foi utilizado para validar a adequação dos dados à análise de componentes principais, considerando os autovalores das variáveis para determinar o número de componentes principais significativos a serem retidos. Dessa forma, conclui-se que a análise de componentes principais além de ser uma ótima forma de economizar recursos computacionais minimizando o volume de variáveis a serem analisadas, também explica de forma satisfatória o comportamento dinâmico das informações, provando a relevância da técnica para compreensão das peculiaridades da produção de soja na agricultura e fornecer oportunidades valiosas para tomada de decisão estratégica.</p> 2023-12-18T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2023 Rafael Queiroz, Fabiane Silva, Kuang Hongyu https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/eng/article/view/15732 Explorando padrões de expressão proteica em camundongos com síndrome de Down por meio de Análise Discriminante 2023-06-20T15:47:16+00:00 Ilias De Musis ilias.musis@gmail.com Kuang Hongyu prof.kuang@gmail.com Fabiane de Lima Silva fabiane.silva@ufmt.br <p>A Síndrome de Down (SD) é a causa genética mais frequente de déficits de aprendizado e memória, e há um interesse crescente em tratamentos para essas deficiências cognitivas. O presente estudo tem como objetivo investigar a aplicabilidade da Análise Discriminante Canônica (ADC) na identificação das proteínas mais importantes para a diferenciação entre grupos de camundongos Ts65Dn, modelo genético da síndrome de Down, e grupos de controle, considerando fatores como genótipo, estímulo externo e tratamento com memantina. A ADC é uma técnica estatística multivariada que constrói funções discriminantes baseadas em variáveis preditoras de forma a proporcionar a melhor discriminação entre os grupos. Neste estudo, a ADC foi usada para identificar os padrões de expressão proteica que melhor discriminam entre grupos de camundongos. A ADC foi eficaz na discriminação de classes, identificando diferenças significativas entre camundongos estimulados e não estimulados a aprender. No entanto, não foi possível observar proteínas específicas associadas ao tratamento com memantina. As proteínas ITSN1, pERK e GSK3B destacaram-se na distinção entre camundongos com SD e selvagens, indicando seu potencial como marcadores para estudos futuros envolvendo as implicações cognitivas da SD</p> 2023-12-18T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2023 Ilias De Musis, Kuang Hongyu, Fabiane de Lima Silva