[1]
W. P. . Tozei, M. A. . Pereira, T. K. S. Pinto, R. M. . Ferreira, e E. R. Soares, “MÉTODO TRADICIONAL VS. SÉRIE PAREADA AGONISTA-ANTAGONISTA PARA MEMBROS INFERIORES: HÁ DIFERENÇAS NO VOLUME TOTAL E REPETIÇÕES MÁXIMAS?”, Corpoconsciência, vol. 25, nº 2, p. 134-148, jul. 2021.