COOPERAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES DE MODELAGEM NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA

Rhômulo Oliveira Menezes, Roberta Modesto Braga, Adilson Oliveira do Espírito Santo

Resumo


Este artigo é recorte de uma dissertação de mestrado que buscou identificar e analisar implicações surgidas do uso de Tecnologias Digitais no desenvolvimento de atividades de Modelagem Matemática. Neste recorte, objetivamos analisar a cooperação entre sujeitos (alunos e professor) e tecnologias digitais no desenvolvimento de atividades de Modelagem Matemática. A pesquisa é do tipo qualitativa, em que foram analisados relatórios e apresentações em PowerPoint produzidos por alunos do curso de matemática e gravações em áudio e vídeo registradas pela professora mediadora (segunda autora) no desenvolvimento de três atividades de Modelagem Matemática. Dessa forma, foi possível descrever a cooperação estabelecida entre a professora mediadora, os alunos e as tecnologias digitais, nos permitindo inferir que essa tríade configurou uma rede semântica (mixagens cognitivas complexas e cooperativas) em torno das temáticas investigadas.


Palavras-chave


Cooperação; Atividades de Modelagem Matemática; Tecnologias Digitais

Texto completo:

PDF

Referências


ASSMANN, H. A metamorfose do aprender na sociedade da informação. Revista Ciência da Informação. V. 29. n2. Brasília mai/ago. 2000.

ARAÚJO, J. de L. Relação entre matemática e realidade em algumas perspectivas de modelagem matemática na educação matemática. In: BARBOSA, J. C.; CALDEIRA, A. D.; ARAÚJO, J. de L. (orgs.). Modelagem Matemática na Educação Matemática Brasileira: pesquisas e práticas educacionais, Recife, v. 3, 2007.

BASSANEZI, Rodney Carlos. Ensino – aprendizagem com modelagem matemática. 3.ed. São Paulo: Contexto, 2011.

BIEMBENGUT, Maria Salett; HEIN, Nelson. Modelagem Matemática no Ensino. 5. ed. 4a reimpressão. São Paulo: Editora Contexto, 2014.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Educação matemática: Da teoria à prática. 14. ed. Campinas, SP: Papirus, 1996.

FIGARO, R. A triangulação metodológica em pesquisas sobre a comunicação no mundo do trabalho. Revista Fronteiras – estudos mediáticos. V. 16. n2. Porto Alegre mai/ago. 2014.

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em Ciências Sociais. 8ª ed. Rio de Janeiro: Record, 1997.

MALHEIROS, A. P. S. A produção matemática dos alunos em ambiente de Modelagem. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE), Universidade Estadual Paulista (UNESP), Rio Claro, 2004.

MEYER, J. F. C. A.; CALDEIRA, A. D.; MALHEIROS, A. P. S. Modelagem em Educação Matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

PINHEIRO, E. M.; KAKEHASHI, T.Y.; ANGELO, M. The use of videotaping in qualitative research. Rev Latino-am Enfermagem, 2005.

STRAUSS, A.; CORBIN, J. Pesquisa qualitativa: técnicas e procedimentos para o desenvolvimento de teoria fundamentada. 2. ed. – Porto Alegre: Artmed, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.26571/REAMEC.a2019.v7.n1.p147-170.i7966

Apontamentos

  • Não há apontamentos.