CONTRIBUIÇÕES DO SOFTWARE GEOGEBRA NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE GEOMETRIA ANALÍTICA EM UMA TURMA DA 3º SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

Albano Dias Pereira Filho, Saulo Carvalho de Souza Timóteo, Dailson Evangelista Costa, Tiago Soares dos Reis

Resumo


O presente trabalho destaca o uso do software Geogebra no processo de ensino e aprendizagem em Geometria Analítica. Buscamos investigar sobre a seguinte questão: que contribuições a utilização do software Geogebra proporciona ao processo de ensino e aprendizagem de Geometria Analítica em uma turma da 3ª série do Ensino Médio? Nesse sentido, objetivamos analisar as contribuições que a utilização do software Geogebra proporciona ao processo de ensino e aprendizagem de Geometria Analítica em uma turma da 3ª série do Ensino Médio. Esta investigação se constitui como uma pesquisa qualitativa exploratória e de campo, uma vez que foi desenvolvida junto a um grupo de 23 discentes do Ensino Médio Integrado ao Meio Ambiente do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) - Campus Porto Nacional. Para tanto, desenvolvemos um questionário ao final das aulas com os discentes no intuito de coletar as informações necessárias para podermos analisar as possíveis contribuições do uso do software Geogebra no processo de ensino e aprendizagem dos participantes. A pesquisa evidenciou que o software Geogebra contribui para o melhoramento do processo de ensino e aprendizagem de matemática em aspectos didáticos e pedagógicos.


Palavras-chave


Geogebra, Ensino e Aprendizagem, Ensino Médio, Geometria Analítica.

Texto completo:

PDF

Referências


ALLEVATO, N. S. G. Associando o computador à resolução de problemas fechados: Análise de uma experiência. 2005. Tese (Doutorado em Educação Matemática). Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2005.

BITTAR, Marilena. Informática na educação e formação de professores no Brasil. Série Estudos: Periódicos do Mestrado em Educação da UCDB, Campo Grande: n. 10, p. 91-105, dez.2000.

BORBA, M. C. Tecnologias Informáticas na Educação Matemática e Reorganização de Pensamento. In: BICUDO, M. A. V. (Org.). Pesquisa em Educação Matemática: concepções e perspectivas. São Paulo: UNESP, 1999.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN). Terceiro e quarto ciclos. Ensino Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998.

COSTA, Nielce Meneguelo Lobo da. Reflexões sobre tecnologia e Mediação Pedagógica na Formação do Professor de Matemática. In: BELINE, Willian Beline; COSTA, Nielce Meneguelo Lobo da. (Orgs.). Educação Matemática, Tecnologia e Formação de Professores: algumas reflexões. Campo Mourão: Editora da FECILCAM, 2010.

D’AMBRÓSIO, B. S. Como ensinar matemática hoje? Temas e Debates. SBEM. Ano II, v. 2, p. 15–19, 1989.

D’AMBRÓSIO, U.; BARROS, J. P. D. de. Computadores, Escola e Sociedade. São Paulo: Editora Scipione, 1990

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4ª. ed. São Paulo: Atlas, 2007. 175 p.

HOHENWARTER, Markus; JARVIS, Daniel; LAVICZA, Zsolt. Linking Geometry, Algebra, and Mathematics Teachers: Geogebra Software and the Establishment of the International Geogebra Institute. International Journal for Technology in Mathematics Education. [online]. v.16, n. 2, p. 83-87, jul. 2008. Disponível em: < https://www.researchgate.net/publication/307936818_Linking_Geometry_Algebra_and_Mathematics_Teachers_Geogebra_Software_and_the_Establishment_of_the_International_Geogebra_Institute>. Acesso em: 17 dez. 2018.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

LEÃO, Denise Maria Maciel. Paradigmas Contemporâneos de Educação: Escola Tradicional e Escola Construtivista. Cadernos de Pesquisa. [online]. n. 107, p. 187-206, jul. 1999. Disponível em: . Acesso em: 17 dez. 2018.

PONTE, J. P; BROCARDO, J; OLIVEIRA, H. Investigações Matemáticas na sala de aula. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.26571/REAMEC.a2019.v7.n1.p288-311.i7865

Apontamentos

  • Não há apontamentos.