A LUDICIDADE NO ENSINO DA GEOMETRIA NO 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Lúcia Helena Soares de Oliveira, Débora Regina Soares de Oliveira, Eraldo Gonçalves Rocha Cézar Junior, Fabielly Santos Rodrigues

Resumo


O presente trabalho é resultado de pesquisa objetivando investigar qual método seria mais eficiente para a aprendizagem dos conceitos de espaço e forma no Ensino Fundamental. Para o desenvolvimento da investigação e visando a articulação teórico-metodológica optou-se por trabalhar a pesquisa numa abordagem de métodos mistos em que houve uma triangulação concomitante dos dados. Os participantes foram 215 alunos e 06 professores do 5º ano de uma Escola Municipal localizada na cidade de Manaus no Estado do Amazonas. Encontrou-se, que o Método Lúdico conseguiu atingir os objetivos curriculares de ensino com o uso dos cinco jogos elaborados especificamente para este trabalho contribuindo significativamente no processo de ensino-aprendizagem dos conceitos de geometria indicados pelos Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN para o 5º ano do Ensino Fundamental.

Palavras-chave


Práxis; Formação de Professor; Ensino de Ciências

Texto completo:

PDF

Referências


BACHELARD, Gaston. A formação do Espirito Cientifico: contribuição para uma psicanálise do conhecimento. Rio de Janeiro: Contraponto,1996.

BERTOLETTI-DE-MARCHI, Ana Carolina; SILVA, Flávia Biondoda.O Desenvolvimento de Objetos de Aprendizagem no Museu Zoobotânico Augusto Ruschi. Revista NovasTecnologias na Educação. V.2, n° 2, Novembro, 2004. Disponível em: www.capes.org.br, acesso em: 14.08.2010, as 14 h.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parametros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasilia: MEC/SEF, 1997.

CAMPOS, Judas Tadeu de. Paulo Freire e as Novas Tendências da Educação. Revista E-Curriculum. São Paulo. V 3, n.1, dez. 2007. www.capes.org.br, acesso em: 14.08.2010, as 16 h.

COLOM. Antoni J. A (des)construção do conhecimento pedagógico: Novas perspectivas para a educação. Porto Alegre: Artmed, 2004.

DAL-FARRA, R. A; ACUNHA,Vitor Hugo Araújo .Cadeia e Teia Alimentar no Ensino de Ciências para Estudantes de 1ª a 4ª séries do Ensino Fundamental. Porto Alegre: UFRGS, 2004. Disponível em: www.ufrgs.edu.br, acesso em 20.03.2010, as 19 h.

FOUREZ, Gérard. A construção das ciências: Introdução a Filosofia e à Ética das Ciências. São Paulo: Unesp, 1995.

FOUREZ, Gérard. Crise no ensino de ciências? Revista Investigação em Ensino de ciências. V. 8, p.102-123, 2003. www.capes.org.br, acesso em: 08.02.2011, as 12 h.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia.Saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

HAIDT, R. C. C. Curso de didática geral. 7 ed. São Paulo: ática, 2003.

HAMBURGER, E. W. Apontamentos sobre o Ensino de Ciências nas séries escolares iniciais. Artigo. Revista Estudos Avançados. São Paulo. V.21, n.60, Maio-agosto, 2007.disponível em: www.capes.org.br. Acesso em: 18.08.2010, as 18 h.

KUHN. T.A. A estrutura das revoluções cientificas. 6 ed. São Paulo: Perspectiva, 2001.

LAKATOS, I. La metodologia de los programas de investigacion cientifica. Madrid: Alianza, 1982.

LUCKESI, Cipriano. Avaliação da Aprendizagem escolar. 17 ed. São Paulo: Cortez, 2005.

MAIA, Poliana Flávia; JUSTI, Rosária. Desenvolvimento de habilidades no ensino de ciências e o processo de avaliação: análise da coerência. Artigo. Ciênc. educ. (Bauru) vol.14 no.3 Bauru 2008. Disponível em: www.capes.org.br. Acesso em: 18.08.2010, as 18h.

MALAFAIA, G.; RODRIGUES, A.S.L. Uma reflexão sobre o ensino de ciencias no nivel fundamental da educação. Revista Ciencia& Ensino. V.2, n.2. junho, 2008. Disponivel em: www.capes.org.br, acesso: 21.08.2010, as 20h.

MIRANDA,A.C.B; JÓFILI, Z.M.S.; LEÃO, A.M.A.C; LINS, M. Alfabetização Ecológica e Formação de Conceitos na Educação Infantil por meio de atividades lúdicas. Revista Investigação em Ensino de Ciências. V. 15, p.181-200, 2010. Disponivel em: www.capes.org.br, acesso em 21.08.2010.

MOREIRA, Marco Antonio. A teoria dos campos conceituais de Vergnaud, o ensino de ciências e a pesquisa nesta área. Revista Investigação em ensino de ciências. V.7, p.7-29, 2002. www.capes.org.br, acesso em: 03.02.2011, as 14 h.

MORTIMER, Eduardo Fleury. Construtivismo, mudança conceitual e ensino de ciências: Para onde vamos? Artigo. Investigação em ensino de ciências. V.1, p. 20-39, 1996. Disponível em: www.capes.org.br acesso em: 20.03.2011.

NARDI, Roberto. Ensino de ciências e matemática I: temas sobre a formação de professores .São Paulo: Cultura Acadêmica, 2009.

OLIVEIRA, L. H. S. de. Estimulando a Inteligência Lógico-Matemática através de experiências Lúdicas nas 2ª séries do 2º ciclo. Monografia. Manaus/AM: UEA, 2006.

OLIVEIRA, S.N.; LIMA, A.C; MENEZES, A.P.S. A utilização dos jogos de trilha como instrumento facilitador no ensino sobre o sistema genital humano, com alunos do 8° ano. Revista Eletrônica Areté- Revista Amazônica de Ensino de Ciências. Manaus, v.3, n.5, 66-79, jan-jul.2010. Disponível em: www.uea.edu.br. Acesso em 17/08/2010 as 20 h.

RAMOS,P.; STRUCHINER,M. Concepções de Educação em pesquisas sobre materiais informatizados para o ensino de ciências e de saúde. Revista Ciência & Educação. V. 15, n. 3, Bauru, 2009. Disponivel em: www.capes.org.br, acesso em: 21.08.2010. as 20h.

RODRIGUES, Carla Gonçalves; KRÜGER, Verno; SOARES, Alessandro Cury.Uma Hipótese Curricular para a Formação Continuada de Professores de Ciências e de Matemática.Ciência & Educação, v. 16, n. 2, p. 415-426, 2010. Disponível em :www.capes.org.br, acesso em: 27.11.2010.

SOUZA NETO, Manoel Fernandes de. O ofício, A oficina e a Profissão: Reflexões sobre o lugar social do professor. CAD. Cedes. Campinas, v. 25, n.66 maio/ago.2005.

SCARINI, Anne L; PACCA, Jesuína L. A. O Professor de Física em sala de aula: Um instrumento para caracterizar sua atuação. Artigo. Investigação em Ensino de Ciências, V. 14, p. 457-477, 2009.

VILLANI, A.; PACCA, J.L.A. Construtivismo, Conhecimento Científico e Habilidade Didática no Ensino de Ciências. Artigo. Revista da Faculdade de Educação. V.23, n. 1-2. São Paulo. Jan-dez, 1997. Disponível em: www.capes.org.br. Acesso em 18.08.10, as 20 h.




DOI: http://dx.doi.org/10.26571/REAMEC.a2019.v6.n3.p14-23.i7707

Apontamentos

  • Não há apontamentos.