ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL EM UMA ESCOLA DO MUNICÍPIO DE BARRA DOS COQUEIROS - SERGIPE

Aldeci dos Santos, Carlos Alberto de Vasconcelos

Resumo


O presente artigo traz um recorte da dissertação intitulada “percepção ambiental de alunos do ensino fundamental sobre o ecossistema manguezal” que teve como objetivo principal contribuir para a preservação ambiental dos manguezais através da percepção ambiental dos alunos do 6º ano de uma escola pública no município de Barra dos Coqueiros/SE. Nesse recorte, foi apresentado um diagnóstico sobre a percepção ambiental, no qual foram aplicados questionários a 30 alunos do 6º ano, turma B, do Colégio Estadual Dr. Carlos Firpo, referentes ao manguezal. A utilização do questionário apresentou importantes contribuições, no sentido de avaliar as percepções prévias dos alunos, onde se constatou que os discentes já apresentavam um conhecimento prévio e preocupação ambiental quanto ao ecossistema, porém, faz-se necessário realizar processos de sensibilização quanto aos aspectos atitudinais, sempre considerando o contexto discente.


Palavras-chave


Percepção ambiental; Ensino fundamental; Manguezal

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, S. N. Ecofisiologia do Manguezal. Org. Secretaria de Estado do Meio

Ambiente e dos Recursos Hídricos. Aracaju: Degrase, 2008.

CINTRÓN, G.; SCHAEFFER-NOVELLI, Y. Proposta para estudo dos recursos de marismas e manguezais. Relatório Interno do Instituto Oceanográfico da USP, São Paulo, n. 10, p. 1-13, 1981.

COELHO JR, C.; NOVELLI, Y.S. Considerações teóricas e práticas sobre o impacto da carcinocultura nos ecossistemas costeiros brasileiros, com ênfase no ecossistema manguezal. In: MANGROVE 2000. SUSTENTABILIDADE DE ESTUÁRIOS E MANGUEZAIS: DESAFIOS E PERSPECTIVAS, 2000, Recife. Trabalhos completos... (CD-ROM). Recife: Universidade Federal Rural de Pernambuco, 2000.

DIAS, G.F. Educação ambiental: princípios e práticas. 9. ed. São Paulo: Gaia, 2010.

FAGGIONATO, S. Percepção ambiental, 2002. Disponível em: acessado em 09/03/2016.

DIAS, T. L. P. Os peixes, a pesca e os pescadores da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Ponta do Tubarão (Macau-Guamaré/RN) Brasil. 2006. 167 f. Tese (Doutorado em Zoologia)-Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2006.

FRATTOLILLO, A.B.R.; MOROZESK, R.S.; AMARAL, I. Quando o contexto social e ambiental do ecossistema manguezal invade a escola: experiência de construção coletiva de programa de educação ambiental e ecoturismo em escolas de Santa Cruz e Mangue-seco.IN: Congresso Brasileiro de Geógrafos. Goiânia, 2004. Disponível em:

(Acessado em novembro de 2008).

LANDIM, M.; GUIMARÃES, C. P. A. Manguezais do rio Sergipe. In: ALVES, J. P. H. (Org.). Rio Sergipe: importância, vulnerabilidade e preservação. Aracaju: Ós Editora, 2006. p. 195-221.

LEFF, E. Epistemologia ambiental. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2010. 240 p.

MENDES, R. P. R. Percepção sobre meio ambiente e educação ambiental: o olhar dos graduandos de ciências biológicas da PUC-BETIM. 206. 106 f. Dissertação (Mestrado em Meio ambiente e Sustentabilidade) -Centro Universitário de Caratinga,Pontifica Universidade Católica de Minas Gerais, Minas Gerais, 2006.

MINAYO, M.C.S. O desafio do conhecimento científico: pesquisa qualitativa em saúde. 2a edição. São Paulo/Rio de Janeiro: Hucitec-Abrasco, 1993.

MINAYO, M.C.S. et al. Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. Rio de Janeiro, Vozes, 1994.

MIRANDA, D. J. P. Educação e percepção ambiental: o despertar consciente do saber ambiental para a ação do homem na natureza. Revista Eletrônica de Mestrado em Educação Ambiental, Rio Grande, v. 19, p. 157-164, jul./dez. 2007.

ODUM, E.P. Ecologia. 8ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1988. 434 p.

TEIXEIRA, C. S. Propagação de plantas de mangue visando a recuperação de áreas degradadas. 2008. 148 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente)-Núcleo de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2008.

TORRES, D. F.; OLIVEIRA, E. S.; ALVES, R. R. N.; VASCONCELLOS, A. Etnobotânica e etnozoologia em unidades de conservação: uso da biodiversidade na APA de Genipabu, Rio Grande do Norte, Brasil. Interciencia, v. 34, n. 9, p. 623-629, 2009.

TUAN, Y. Topofilia: estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. New

Jersey: Ed. DIFEL, 1980.

WILSON, E. Biophilia. Cambridge, MA: Harvard University Press. 1984.

RIBEIRO, W. C.; LOBATO, W.; LIBERATO, R. C. Notas sobre fenomenologia, percepção e educação ambiental. Revista Sinapse Ambiental, p. 42-65, set. 2009. Disponível em:. Acesso em: 20 ago. 2016.

ROGERIO, P. M. Caracterização Revitalização da nascente da biquinha no bairro Bromélias, disponível em www.meuartigo.brasilescola.com.br, acessado em 20/11/2016.

SCHAEFFER-NOVELLI, Y.; COELHO JR, C.; TOGNELLA-DE-ROSA, M. Manguezais.

São Paulo: Ática, 2004.

SILVA, A.G.S.; RODRIGUES, C.S.L.; ARAÚJO, R.R.L. Projeto Calypso: Educação ambiental no complexo estuarino-lagunar Mundaú-Manguaba, Alagoas. Boletim de Estudos de Ciências do Mar, Maceió, n. 12, p. 99-111, 2002.

VESTENA, C. L. B.; VESTENA, L. R. Percepção e educação ambiental no ensino fundamental das séries iniciais do sudoeste paranaense. Analecta, v. 4, n. 1, p. 103-114, jan./jun. 2003.

VYGOTSKY, L. S. Educacional psycology. St. Lucie Flórida: CRC Press, 1997. 416 p.




DOI: http://dx.doi.org/10.26571/REAMEC.a2018.v6.n1.p163-178.i6447

Apontamentos

  • Não há apontamentos.