O QUE É CIÊNCIA NA CONCEPÇÃO DE LICENCIANDOS DE DOIS CURSOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA DA UFMT

Nerio Aparecido Cardoso, Eberson Paulo Trevisan, Marcia Rosa Uliana

Resumo


Este trabalho foi realizado com intuito de investigar as concepções que os discentes concluintes de cursos de formação de professores de matemática da Universidade Federal do Mato Grosso - UFMT têm sobre o que venha a ser ciência. A metodologia adotada foi a quanti-qualitativa e o instrumento de coleta um questionário. Participaram da pesquisa seis discentes, sendo quatro deles pertencentes ao 8º período dos cursos de Licenciatura em Ciências Naturais e Matemática - Habilitação em Matemática da Universidade Federal de Mato Grosso, campus universitário de Sinop, e os outros dois pertencentes ao 8º período do curso de Licenciatura em Matemática Universidade Federal do Mato Grosso, campus de Cuiabá. O trabalho destaca que reconhecer a ciência relacionada ao contexto social e as especificidades metodológicas de cada área do conhecimento, é uma temática de suma importância e demanda a necessidade de discussões nos cursos de formação de professores. Principalmente com a inserção mais leituras e reflexões advindas de veículos de divulgação científicas especializadas da área de ensino de Matemática. Evidenciou que os licenciandos não têm uma ideia clara sobre o que é ciência e a concebem como algo desvinculado da vida cotidiana Contudo é perceptível a importância da participação por parte dos alunos em programas de iniciação cientifica frente a construção de suas visões de ciência.

Palavras-chave


Ensino Superior; Formação de professores; Concepção de Ciência.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.26571/2318-6674.a2015.v3.n1.p127-143.i5311

Apontamentos

  • Não há apontamentos.