UM EXEMPLO DE ESTUDO HISTÓRICO COMPARATIVO SOBRE A ADOÇÃO DE LIVROS DIDÁTICOS DE ARITMÉTICA EM SÃO PAULO E EM SANTA CATARINA NO ENSINO PRIMÁRIO: 1890-1930

David Antonio da Costa

Resumo


Este texto tem como objetivo apresentar uma análise sobre os pareceres de adoção das obras didáticas de aritmética que ocorreram em tempos de implantação dos Grupos Escolares nos estados de São Paulo e Santa Catarina na virada do século XIX – XX, no início do período republicano. Esta análise tomou alguns aspectos da perspectiva histórico comparativa (NUNES, 2001; CHARTIER, 2007) e privilegiou o uso das fontes presentes no Repositório Institucional da Universidade Federal de Santa Catarina (https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/1769). Pode-se observar uma continuidade das políticas implementadas em São Paulo levadas ao estado de Santa Catarina devido a difusão do modelo paulista associado pelos seus emissários correspondentes, no caso de Santa Catarina, o Prof. Orestes Guimarães. Tais resultados revelam-se desde a mesma formatação e lógica das prescrições normativas - decretos com adoção e aprovação das obras didáticas -, assim como nas mesmas indicações dos títulos e autores para serem usados para o ensino da aritmética.

Palavras-chave


História da Educação Matemática; Grupo escolar; Livro didático; Legislação escolar; Ensino primário.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.26571/2318-6674.a2014.v2.n1.p47-59.i5295

Apontamentos

  • Não há apontamentos.