A JUSTIÇA DE TRANSIÇÃO NO CASO GOMES LUND E OUTROS: UM ESTUDO SOBRE A GUERRILHA DO ARAGUAIA PARA A BUSCA DA VERDADE

Everton Silva SANTOS, Tamires Gomes da Silva CASTIGLIONI

Resumo


 O trabalho tem como objetivo analisar a Justiça de Transição após o termino do período de Ditadura Militar no Brasil. Entre as décadas de 1960 e 1990, vários países da América Latina presenciaram os regimes políticos de exceção, marcado por intensa repressão e violação aos Direitos Humanos, como o Brasil nos anos de 1964-1985, com a Ditadura Militar. A transição de um regime autoritário para um regime democrático é caracterizada pela redemocratização, que busca superar o período militar. A Justiça de Transição busca investigar e punir os perpetradores do regime autoritário. A efetivação do processo transicional no Brasil, violou algumas normas de âmbito internacional, como o caso analisado pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos, intitulado Gomes Lund e Outros, que responsabilizou o Brasil pelos crimes hediondos ocorridos na Guerrilha do Araguaia. O STF julgou improcedente a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental, nº 153, ajuizada pela OAB em relação a Lei de Anistia, que contribuiu para o esquecimento das violações que ocorreram naquele contexto em face aos direitos humanos. Assim, a efetivação de uma justiça de transição plena, é essencial para a garantia da democracia e para a cessação de práticas repressivas e violentas.


Palavras-chave


Ditadura Militar; Justiça de Transição; Direitos Humanos; Anistia; Guerrilha do Araguaia.

Texto completo:

PDF EPUB

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 REVISTA DIREITOS, TRABALHO E POLÍTICA SOCIAL

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.

 

R. Direitos, Trabalho e Política Social.

Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Ciências Humanas e Sociais.

Av. Fernando Corrêa da Costa, 2367, Boa Esperança. Cuiabá-Mato Grosso. Telefone (65) 3615-8000.

CEP: 78.060-900.

contador grátis  Acessos