TRABALHO ANÁLOGO AO ESCRAVO NA ORDEM CAPITALISTA

Loyuá Ribeiro Fernandes Moreira da Costa

Resumo


O artigo trata do trabalho análogo ao escravo na ordem capitalista. Traz suas diversas facetas, demonstrando como o capital incide nas normativas adotadas por um mundo orientado ao lucro desordenado. Aborda práticas comumente associadas ao trabalho análogo ao escravo, como o tráfico de pessoas, tráfico sexual, migração e a questão dos refugiados ambientais. A cidadania é um fator essencial ao alcance de um novo paradigma que redirecione a sociedade. Por tratar-se de um meio de segurança e sentido na vida humana, é uma forma de exigibilidade de posturas governamentais.


Palavras-chave


Trabalho análogo ao escravo; Direito fundamental ao trabalho; Capitalismo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 REVISTA DIREITOS, TRABALHO E POLÍTICA SOCIAL

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.

 

R. Direitos, Trabalho e Política Social.

Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Ciências Humanas e Sociais.

Av. Fernando Corrêa da Costa, 2367, Boa Esperança. Cuiabá-Mato Grosso. Telefone (65) 3615-8000.

CEP: 78.060-900.

contador grátis  Acessos